Betacaroteno – Fonte de riqueza natural de vitamina A para o organismo

Betacaroteno – Fonte de riqueza natural de vitamina A para o organismo

O betacaroteno foi o primeiro carotenoide que conseguiu obter forma pura num laboratório. Sua descoberta foi graças ao científico Wackenroder, que em 1831 pode isolar com a estrutura de micro-cristais usando como substrato uma amostra de cenoura.

O que é o carotenoide?

Os carotenóides são substancias químicas as quais se deve a diversidade de cores amarelas, laranjas e vermelhas que refere-se a muitos alimentos vegetais, assim como os alaranjados de origem animal.

Quimicamente são um grupo dentro dos flavonoides que pertencem a uma familia conhecida como terpenos, e entre todos os conhecidos, só o 10 % tem potencial biológico como vitamina A. No grupo, que estão catalogados mais de seiscentos, destaca-se o betacaroteno, junto com o alfacaroteno e a betacriptoxantina.

A causa de que estes tenham actividade biológica como vitamina A uma vez tomados observa-se na relação da sua estrutura química: os terpenos caracterizam-se por contar com anéis terminais no mesmo, neste caso, pelo menos um deve estar fechado e no estado reduzido, ou seja , não oxidado. Se descarta deste selecto grupo alguns carotenoides famosos como o licopeno, a zeaxantina e a luteína, que são relevantes como pigmentos antioxidantes, não tem  valor equivalente vitamínico.

Benefícios pelo seu interesse nutricional e sanitário

No seu conjunto, trata-se de um colectivo que os especialistas atribui um interessante conjunto de efeitos benefíciosos sobre a saúde das pessoas, tem um impato positivo em :

  • Saúde ocular: tem um alto valor terapéutico contra as doenças degenerativas da retina.
  • Saúde cardiovascular, actua em conjunto com principios ativos como aglutationa y las vitaminas C e E.
  • Freio aos tumores: todos os carotenoides estão integrados por composto acetilénicos, sobre os que recae a propriedade de combater o desenvolvimento de tumores e alguns organismos causantes de infeções mediante um provável efeito citotóxico.
  • Fertilidade masculina, uma ação que, segundo dados obtidos de estudos recentes, parece derivar do seu poder antioxidante.
  • Saúde da pele, protegendo da ação agressiva de substancias tóxicas ambientais e agentes causantes de doenças.
  • Alguns atuam mais específicamente, como o licopeno, um carotenóide que encontra-se no tomate e que exerce efeitos amplamente favoráveis no fígado, na próstata, na glândula mamaria, no cólon e no pulmão.

O retinol é uma vitamina liposolúvel presente nos alimentos de duas possíveis formas químicas: a vitamina A pré-formada, própria de certos alimentos de origem animal, e a pró-vitamina A, abundante no reino vegetal e principalmente representada pela betacaroteno.

alimentos ricos betacaroteno

 

O betacaroteno, icono dos carotenoides

Foi a origem do isolamento da cenoura, realizado pelo descobridor Wackenroder, o que inspirou a dar o nome que tem, derivado da denominação científica do latim desta planta daucus carota.

Se comporta como una substancia liposolúvel de cor amarela e entre os chamados  provitamina A, que são os programados para sua conversão metabólica na vitamina A dentro do organismo, é o mais extenso e eficiente de todos os que aportam as diversas fontes alimentarias.

Função do organismo

O organismo humano é capaz de fracionar em duas metades cada molécula de betacaroteno que toma para obter dela duas de vitamina A. Esta circunstancia outorga a vantagem sobre outras espécies de vitaminas, já que a tónica geral neles dão lugar a uma só molécula de vitamina A, pelo que a eficiência biológica daquele é maior. Ainda assim, convém matizar que para assegurar uma correta assimilação deve ser ingerido acompanhado de certa quantidade de matéria gorda

O intestino absorve quase na sua totalidade e uma quantidade importante destina-se inalterado a gordura de depósito.

Quando esta no intestino delgado, é transformado em vitamina A graças a intervenção de uma enzima específica, a 15:15 monooxigenasa, e está fica a disposição de passar ao sistema circulatório para realizar suas funções nos órgãos diana.

Se tem um excesso de retinol, este fica depositado no fígado, que atúa como órgão de reserva, para ser liberado em situações de demanda. A quantidade de betacaroteno que por saturação da rota metabólica não se transformou em vitamina A instalam-se  como parte do tecido adiposo dentro das suas células especializadas em armazenar a gordura, até que seja necessária sua utilização, assim como nas glândulas super-renais e nos ovários no caso da mulher.

Caraterísticas físicas e químicas do betacaroteno

A nível industrial, o betacaroteno pode obter-se por dois possíveis métodos: um denominado de síntese química e outro de tipo biológico, utilizando um cultivo da alga dunaliella salina, muito comum em massas de aguas com alta concentração de cloro sódico.

Como o resto das substancias que integram a família, é susceptível de experimentar um fenómeno de isomerização, algo que é especialmente provável que suceda baixo condições de processado muito críticas, como pode ser a ausência de oxigeno, as altas temperaturas, etc.

A intensidade da transformação em isómeros é algo que depende de cada alimento e do grau de agressividade do ambiente que este encontra; cabe esperar que se isomerize até o 30-40 % do betacaroteno em forma ‘trans’, transformando os isómeros 9-cis e 13-cis, que são os mais habituais.

sumos ricos betacaroteno

 

Desnaturalização de proteínas

Este fenómeno químico é una arma de dobro filo. Por um lado, representa um problema, já que ocasiona uma sensível perda no valor equivalente a vitamina A do betacaroteno. Não é em vão, que o isómero 13-cis escassamente alcança o 50 % do valor vitamínico o qual cabe adjudicar a forma ‘trans’, um pouco menor (sobre um 40 %) se falamos da 9-cis. Embora, a outra cara da moeda é que essa perda é compensada por um incremento da biodisponibilidade da molécula, o que em certo ponto é devido a desnaturalização das proteínas com as que frequentemente forma um complexo de união, especialmente em alimentos vegetais.

Também, temos que ter em mente a temperatura alcançada no cozinhado dos alimentos que produz que um abrandamento das paredes celulares, fazendo que as vitaminas e o betacaroteno  sejam mais acessíveis para sua absorção digestiva.

Deixando a um lado suas aplicações nutricionais e quase terapéuticas, é frequente sua utilização como corante alimentar, sobre tudo em bebidas, se bem que a sua insolubilidade na água o faz complexo. O hándicape solventa-se utilizando baixa forma física de pó ultra fino (partículas de um diâmetro não superior a 0,4 micras), usando como agente dispersante de apoio o polisacárido goma arábiga.

Além disso, o betacaroteno sintético é habitual como matéria prima na industria alimentaria em uma dobro vertente: corante e fonte de vitamina A. Tal caso, sem ánimo de esgotar o catálogo, da  industria panificadora e láctea, fabricação de gelados, sumos de frutas, chiclete, molhos e pastelaria.

Alimentos e betacaroteno

Podemos dizer que estamos habitualmente rodeados de produtos alimentar, dos que integram o carinho de compras, nos que o betacaroteno é um componente estrela, e que podemos decompor em três grandes grupos:

  • Frutas de tonalidades laranja e amarela, como o pêssego, ou damasco, a laranja ou o caqui.
  • Verduras de folha verde, como as espinafre, a acelgas, a alface, o agrião ou o brócoli.
  • Legumes como a cenoura, o tomate, a abóbora ou o pimento vermelho.

Para que o leitor tenha informações precisas, colocaremos uma lista, obviamente não definitiva, de alimentos como vegetais, fígado, entre outros, indicados em sentido decrescente de seu conteúdo em partes por milhão (ppm) ou microgramas de beta-caroteno por grama de alimento:

brocolo rico betacaroteno

 

  • Braldoega 4650
  • Espinafre 690
  • Cenoura 673
  • Agrião 560
  • Beterraba 468
  • Pimento 460
  • Amendoim 360
  • Couve frisada 345
  • Salsa 267
  • Caqui 253
  • Feijão verde 245
  • Funcho 241
  • Endívia 240
  • Coentro 228
  • Rabanete 214
  • Meloa 200
  • Alface 190
  • Buxilo uva-de-urso (uva de urso) 172
  • Apium 144
  •  Papaia 123
  • Abóbora 114
  • Tomate 113
  • Manga 96
  • Feijão 66
  • Melancia 48
  • Couve-de-bruxelas  41
  • Laranja 28

Mais quantidade

Nos vegetais de cor verde, forma parte, junto as xantofilas, da composição de uns organelo especializados da célula vegetal chamados cloroplastos, que são os que fazem possível a realização da fotosíntese ao alojar também a clorofila. O grupo de vegetais, o mais habitual é o carotenoide mais numeroso.

Embora que as frutas tem carotenoide ,o que vai fazer que predomine mais vai depender da espécie que trata-se; se pensamos, por exemplo, a manga ou o caqui, trata-se do betacaroteno. Devido a esta desigualdade de repartição,  o interesse de incorporar na dieta  vai ser pouco, deve existir uma variedade de grupos para garantir um correto aporte.

Mesmo, que em términos quantitativos, seu valor equivalente vitaminico não supera a sexta parte do que corresponde o retinol, que é a vitamina A metabólicamente eficaz e, em consequência, a molécula de referencia,  o reino animal tem um grande conteúdo, sem esquecer que alguns alimentos do reino animal como o leite ou, na gema de ovo( não só de vitamina) que converte uma fonte critica da vitamina A para muitas pessoas.

Podemos apontar que existe países desenvolvidos, como Estados Unidos, cuja dieta não destaca precisamente por excesso de alimentos vegetais, onde sobre os que recai mais ou menos um terço da aportação de vitamina A ao organismo. Em contraposição, é destacável o protagonismo como administrador da vitamina A na as dietas vegetarianas, chegando normalmente a ultrapassar 50 %.

Todos estes alimentos tem uma importante característica: ajuda a freiar o envelhecimento e minimiza o risco de padecer cancros em diferentes localizações; incluído identificaram um apreciável grau de inibição do crescimento invasivo de células tumores no caso do cancro de próstata.

cenoura rica betacaroteno

 

Propriedades do betacaroteno

Sem nenhum duvida, o betacaroteno é mais fiável de todas as fontes da vitamina A, o que outorga um papel crucial no desenvolvimento corporal, a integridade do sistema imunitário e os órgãos da visão.

Pelas suas propriedades intrínsecas como substancia antioxidante, constitui um obstáculo para que produza o fenómeno da cascada de formação de radicais livres, oxigeno hiperreativo altamente letal para a estrutura das membranas celulares e o material genético contendo no núcleo das células, o qual representa uma porta aberta a muitas do doenças cardiovasculares e cancros.

A pesar de dispor de incontestável certezas sobre satisfatória intervenção do betacaroteno e de carotenoides, falta por determinar em numerosos casos o montante de efeitos que cabe imputar a essa portentosa capacidade antioxidante e o que pudera corresponder a mecanismos alheios ao mesmo.

Inibição de ácidos gordos

Sepublicaram alguns estudos realizados in vitro que revelam, certas condições do laboratório, um poder de inibição da beta-oxidação dos ácidos gordos por parte dos carotenoides no seu conjunto e do betacaroteno em particular. Esses estudos complementam-se com distintos com propósito de estabelecer ou descartar uma relação causa-efeito entre presença e freio na formação das placas de ateroma caraterísticas da doença coronaria obtendo indícios de existente de essa relação ainda admitindo que dentro do organismo humano essa correspondência esta influi da por fatores diversos que deram más complexidade.

Sua presença tem influencia sobre a expressão de um gene que codifica uma proteína de estrutura, a qual organiza-se em forma de canais que travessão as membranas celulares, permitindo o intercâmbio de moléculas pequenas ao longo delas. Este efeito parece ser exclusivo, crendo que nem a vitamina A nem as actividades antioxidantes de outros carotenoides jogam nem um papel neste aspecto.

Previne risco de doenças

Frutas, legumes e verduras constitui na alimentação uma aposta do afastamento do risco de contrair cancro de mama, o que é valido para mulheres pré-menopausa com antecedentes familiares desta modalidade de cancro e as que abusam frequentemente do álcool. UM estudo publicado em 2012 na revista “Breast Cancer Research and Treatment” revelou que o consumo rebaixa o risco de desenvolver cancro de mama em um 6%, cifra que é igualmente aplicável ao alfacaroteno mas não a diferentes.

Existem também ensaios clínicos realizados em pacientes de SIDA que resultam altamente reveladores de que uma suplementação com a  betacaroteno pode servir como estímulo da formação de glóbulos brancos (especialmente dos linfocitos) e da actividade das células NK (“natural killers” ou assassinas naturais), que encontram-se entre as principais atoras dos mecanismos de luta contra agentes agressores. Se bem a afirmação seria igualmente válida, devemos dizer que não sabemos a ciência certa se esta função deriva da actividade do beta caroteno como vitamina A uma vez q transforma ou de outras características intrínsecas da sua família.

sistema imune becaroteno

 

Sistema imune

Também dentro do ámbito do sistema imunitário, cabe destacar sua contribuição a activação de uma glândula chamada timo, que nos primeiros anos de vida é um dos principais núcleos da maquinaria imunitária.

Ao margem dos seus evidentes resultados em patologías por todos conhecidos, pode resultar interessante fazer notar que outras funções menos aparentes desenvolve o betacaroteno:

  • Existe uma doença hereditária, de escassa casuística, que conhece-se como protoporfiria eritropoyética e aprecia-se sobre na sensibilidade aos raios solares, para a qual toma de betacaroteno pode supor um paliativo.
  • Se demonstrou que manter uma taxa correta nos tecidos diminui a susceptibilidade a intolerância a glicose, o qual pode ser um pequeno escudo contra a diabetes.
  • É possível amortizar o processo de degeneração macular relacionada com a idade, causante do deterioro da visão central por estar degradado a macula do olho, á base de um consumo aproximadamente 15 mg.
  • A leucoplasia oral é uma doença singular, que manifesta-se com manchas brancas na boca e na língua, normalmente como consequência de hábitos que não são saudáveis, como o tabaco ou o álcool, pode ser controlado mediante um consumo sustentado
  • Algo similar sucede com a  esclerodermia, neste caso uma doença do tecido conectivo que aprecia-se externamente por um engrossamento e endurecimento da pele, sobre a qual mostra-se, entre suas possíveis causas, níveis deficientes.
  • A falta de alimentos com respeito ao produto e a vitamina C é um fator de risco de padecer artrite reumatoide, uma das temidas doenças imunes, causadas por reações anómalas do organismo contra seus próprios elementos.

Betacaroteno para a pele

O valor mais conhecido é os vários benefícios para a pele. São muitos os estudos que demonstraram que toma natural de betacarotenos evita problemas futuros na pele, assim como a luta contra problemas ou doenças relacionados com a pele:

  • Ajuda a prevenir as queimaduras do sol em pessoas com pele sensível
  • Pode reduzir os signos do envelhecimento prematuro da pele
  • Ajuda no tratamento da pele seca, psoriasis e eczemas
  • Participa na recuperação dos tecidos da pele danificada por cortes e feridas; assim como para tratar manchas na pele
  • Favorece a aparência saudável da pele

tomar o sol betacaroteno

 

Aumenta o betacaroteno o bronzeando da pele?

Nos últimos tempos falou-se sobre a toma durante os períodos de exposição ao sol em busca do bronzeado.

É certo que existe estudos que demonstraram que as propriedades do betacaroteno favorece a tonalidade da pele ante o sol, os especialistas afirmam que em nenhum caso protegem a pele ante os possíveis problemas que podem trazer a exposição da pele ante o sol. O que os especialistas insistem em realizar as mesmas recomendações antes e durante a exposição que fazemos da nossa pele ante o sol: cremes, evitar as horas centrais do dia e a exposição directa; o que pode gerar distintas doenças.

Suplementos de betacaroteno

A primeira observação que devemos fazer ao respeito é que as principais autoridades sanitárias, como  Associação Americana do Coração, o Instituto Mundial de Investigação do Cancro e a Agência Internacional para Investigação do Cancro da OMS, entre outras, defendem por optimizar a dieta para o seu aporte de principio ativo antes de recorrer a aos suplementos dietéticos. E para confirmar este argumento, um facto muito eloquente é que

Cinco pedaços de fruta e uma ração de legumes, principalmente verdes, fornecem entre 6 e 10mg e ajudam nos seus benefícios..

No entanto, é muito comum usá-lo em uma variedade de situações patológicas, incluindo má absorção de gorduras, alterações dos condutos biliares (insuficiência hepática, cirrose …), insuficiência pancreática ou fibrose cística.

Tipos de suplementos

Os suplementos de betacaroteno estão disponíveis com base acuosa e com base oleosa, estes últimos são facilmente absorvíveis por via oral, sempre ajustando-se ao padrão de dosificação que com maior assiduidade se maneja para o suplementário, em torno as 25.000 UI, que correspondem com 15 miligramas ao dia; a pesar dele, não é esquisito ver pessoas que chegarão até as 100.000 UI ou 60 mg, sem existir evidencias que demonstrem que uma  sobre-dose reporte algum beneficio extra ao organismo. No obstante,  admitem que tomas que podem alcançar os 180 mg diários em casos de afeições dermatológicas, sem ter revelado efeitos adversos dignos de consideração. Se nos referimos as crianças, mais ou menos  de 1.300 UI entre 4 e 8 anos e 2.000 UI daí até os 14 seria  mais equilibrado.

Devemos ter em mente que a quantidade betacaroteno que é capaz de assimilar o organismo esta em função de vários fatores, entre os que destaca o ritmo e a intensidade do metabolismo individual e a presença da  matéria-gorda disponível no tubo digestivo, que resulta um fator crítico para uma absorção completa e eficaz do betacaroteno.

capsulas vitamina

Cápsulas especiais

Trás uma longa experiência obtida na suplementação dietética desta substancia, parecem apreciar melhores resultados com as fórmulas especiais, como as que podem encontrar na loja online de HSN, que combinam misturas naturais de carotenoides (betacaroteno, alfacaroteno, criptoxantina, luteína e zeaxantina, por exemplo), complexos multivitamínicos/minerais e outras substancias antioxidantes, em detrimento da pratica radicado de administrar betacaroteno sintético isolado. Um extraordinário cotel de referencia podia ser o complexo de alfa e betacaroteno de cenoura em associação com luteína procedente de flores da caléndula e licopeno originario do tomate.

A maior parte do betacaroteno sintético que se comercializa para a suplementação está configurado pela molécula que responde com o nome químico “tudo trans betacaroteno”, enquanto que o que o conteúdo dos alimentos combinem os das moléculas, a anterior e o isómero 9-cis, cuja proporção não é estandarte nem flutuante segundo a fonte alimentaria de que trata-se.

Quando for comprar um suplemento, se deseja conhecer uma  sua origem deve olhar na informação da etiqueta do preparado; se é natural, cabem diversas possibilidades, como: “de D. salina”, “de algas”, “de óleo de palma” ou simplesmente “natural”.

Podes comprar suplementos de betacaroteno na loja online da HSN. A unica coisa que tens que fazer é acceder e ver o catálogo completo

Contraindicações do betacaroteno

  • Pode diminuir a eficácia dos fármacos destinados a rebaixar a taxa de colesterol.
  • Está claramente desaconselhado em pessoas que estiveram  contacto prolongado, por razões laborais, com o asbesto ou amianto.
  • Pelas suas propriedades antioxidantes, pode anular a eficácia do tratamento da angioplastia.
  • Devido a falta de dados acerca do desconhecimento da sua excreção a través da leite materna, o prudente é fugir do seu consumo durante a lactancia.

Efeitos secundários

Realmente, trata-se de uma substancia facticamente exenta de efeitos secundários quando se toma em quantidades adequadas para certas condiciones clínicas determinadas; simplesmente podemos apontar que uma toma superior a 100.000 UI ou 60 mg ao dia de maneira sustentado pode resultar em uma cor cutánea amarela-alaranjada, a qual não deve atribuir a nenhuma consequência do perigo para a saúde e desaparece ao pouco tempo de eliminar  esse aporte extra. Além disso apurando ao máximo todas as possibilidades descritas, podemos referir a reações adversas de muito baixa responsabilidade como:

  • Reações alérgicas locais.
  • Pressão na zona do peito.
  • Tonturas.
  • Sangrados espontâneos.
  • Episódios de diarreia.

Também cabe salientar que existe um generalizado consenso entre os especialistas  que para os fumadores, consumir sintético acentua o risco de desenvolver cancro de pulmão e de alguma outra localização como a próstata.

Serve como advertência quando pratica-se a suplementação muito sustentada com betacaroteno, o prudente é acompanhar com aportes extra de vitamina E, já que é esperável que leve associadas ás mesmas no restante desta vitamina no organismo.

pele seca betacaroteno

 

Betacaroteno e outros suplementos

Com biotina

A biotina é uma vitamina solúvel na água do complexo B que proporciona ao organismo uma imprescindível ferramenta para poder metabolizar carboidratos, gorduras e aminoácidos, princípios imediatos a partir dos que se obtém a energia; seu interesse neste caso radica em que ambos são frequentemente associados em suplementos dietéticos ao experimentar uma excelente interação.

Com cafeína

Terminaremos com uma última observação acerca das relaciones entre a vitamina vista e a cafeína, que em ocasiones foram objeto de controversia. Atualmente, os especialistas consideraram perfeitamente compatível o consumo conjunto, já que a cafeína exerce uma dobre ação, laxante e diurética, promovendo ambas a perda de líquidos e sais minerais mas não reduzindo absorção intestinal. Segue-se que não há contraindicações ao hábito de suplementar com café com leite no pequeno-almoço.

Fontes bibliográficas

Artigos Relacionados com o tema:

  • Vegetarianos, desportistas e fumadores necessitam mais vitaminas
  • Quais são as vitaminas mais importantes para o organismo?
  • Alimentos ricos em vitaminas e minerais
Valoração Betacaroteno

Função no organismo - 100%

Nos Alimentos - 100%

Propriedades - 100%

Para a pele - 99%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Alberto Ricón
Alberto Ricón
Alberto Ricón é um especialista em nutrição e higiene alimentar com ampla experiência no setor. Trabalha como Técnico de Saúde Alimentar na Comunidade de Castilla La Mancha.
Confira também
fatpr intrínseco
A Vitamina B12 e o Fator Intrínseco

A vitamina B12 (Fator Intrínseco) se toma através dos alimentos de origem animal e está disponível …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *