Sales de Cálcio de acordo com a sua Biodisponibilidade

Sales de Cálcio de acordo com a sua Biodisponibilidade

30Os Sais de Cálcio, qual deles é mais biodisponível?

Por que o cálcio tem que ser tomado em forma de sal?

Por que não o cálcio só?

As formas de cálcio que se comercializam no mercado nunca são cálcio puro em forma iónica (Ca2+), sempre se comercializam em forma de sais, como o citrato de cálcio [(C6H6O7)2Ca3·4H2O].

Isto se deve a que o cálcio é um mineral com uma carga eléctrica positiva, que deve ser corregida para manter a electroneutralidade do nutriente.

Este seria outro exemplo mais simples com o sal de mesa: Na+Cl-.

Como o sódio possui uma carga positiva se estabiliza com o cloruro que possui uma carga eléctrica negativa. Isto ocorre igual no corpo, devido ao fenómeno que se denomina “hiato aniónico” e mantém a neutralidade eléctrica dos elementos com valência despareada.

formula

Figura VI. Fórmula de cálculo do hiato aniónico para manter a electroneutralidade.

Os sais que formam as uniões de cálcio e complexos se desenvolvem para melhorar factores como a solubilidade e estabilidade no meio, a osmolalidade, a absorção…

Más como imaginas: diferentes sais, diferentes propriedades não? Exactamente!

Há algum sal melhor que outro?

Um grande erro por parte dos consumidores é pensar que o sal possui diferentes efeitos que outro:

“…o carbonato de cálcio é melhor para os osso e o citrato de cálcio para o funcionamento celular…”

Não! O sal, o complexo, unicamente determina a cinética do mineral no organismo e certas propriedades organolépticas.

Más quando chega ao sangue o faz de depois de ter sido divido e os efeitos no organismo os produz sempre o mesmo composto, o cálcio, independentemente da forma que venha.

Devemos atender aos dois critérios na hora de seleccionar o sal de qualquer mineral ou outro:

Conteúdo elemental

Pois a fracção do sal completa corresponde ao mineral em si mesmo.

Me explico:

O sal quando se forma não se cria em uma proporção 1:1, em ocasiões as proporções são diferentes para conseguir essas propriedades das que falamos, da forma que existem sais de cálcio como o citrato que contem um 21% do seu conteúdo em cálcio elemental, e outros como o gluconato que somente contém um 9%.

Biodisponibilidade

É a capacidade que possui o nosso organismo de absorver o cálcio do sal.

Quanto mais seja, melhor, pois em menos quantidade do mineral será excretado e um maior percentagem chegara no nosso sangue que é o que nos interessa.

Embora em ocasiões a biodisponibilidade se expressa com número exactos,  certo é que depende de uma grande quantidade de factores intrínsecos e extrínsecos pelo que é muito mais correto denominar a biodisponibilidade como (alta/media/baixa).

Resultado

Ambos factores devem ser ponderados com dados em base do nosso cenário para determinar qual é mais adequado, porque:

Uma sal com conteúdo de cálcio muito alto (50%) más uma biodisponibilidade muito pobre pode ser inferior a um sal com um conteúdo de cálcio mais baixo (20%) mais uma biodisponibilidade muito alta.

E normalmente a pior biodisponibilidade tenha, mais desconfortos grastrointestinal com o seu consumo, pelo que a minha recomendação é buscar uma fonte de alta biodisponibilidade e depois fixaremos o conteúdo elemental.

Quais são os Sais de Cálcio?

Existem muitas apresentações de cálcio disponíveis; vamos analisar os mais comuns e expor de forma simples os seus prós e os seus contras:

  • Carbonato de Cálcio

    Prós:

    • Muito barato.
    • Alto conteúdo elemental.
    • Boa biodisponibilidade.

    Contras:

    • Requer um médio ácido para absorver.
    • Má absorção em:
    • Jejum
    • Pessoas com doenças inflamatórias intestinais.
    • Pessoas que utilizam inibidores da bomba de protões (como o omeprazol) ou sal de frutas de forma habitual (hipoclorhidria).
  • Citrato de Cálcio

    Prós:

    • Boa quantidade de conteúdo elemental.
    • Máxima biodisponibilidade.
    • Se absorve  independentemente do meio do estômago (embora seja básico)

    Contras:

    • Ligeiramente mais caro que o carbonato.
    • Em formatos de cápsulas, comprimidos, ou tablets, a quantidade consumida para conseguir uma dose efetiva pode ser muito alta.
  • Cálcio coral

    Prós:

    • Os mesmos que o carbonato

    Contras:

    • Os mesmos que o carbonato, além disso de:
    • É muito mais caro.
    • Os criadores dos “créditos” atribuídos a esta forma de cálcio foram processados legalmente por bulo.

    Spoiler: O cálcio coral é carbonato de cálcio.

  • Lactato de Cálcio

    Prós:

    • Boa disponibilidade (comparável ao carbonato).
    • Boa solubilidade.

    Contras:

    • Baixo conteúdo elemental que dificulta o seu uso pratico.
  • Gluconato de Cálcio

    Prós:

    • Boa disponibilidade (comparável com o carbonotado).
    • Boa solubilidade.

    Contras:

    • Muito baixo conteúdo elemental que dificulta o seu práctico.
  • Acetato de Cálcio

    Prós:

    • Barato.
    • Bom conteúdo elemental.
    • Pode absorver independentemente do meio.

    Contras:

    • Pouca investigação em humanos.
  • Cloruro de Cálcio

    Prós:

    • Bom conteúdo de cálcio elemental.

    Contras:

    • Pensado para infussão intravenosa.
  • Fosfato Tricálcico

    Prós:

    • Alto conteúdo elemental.

    Contras:

    • Moderada biodisponibilidade.
    • Grande eliminação no organismo por união dos fosfatos.
    • Má solubilidade.
É importante destacar que a pesar de todas as apresentações dos sais do cálcio que se comercializam actualmente, por via oral, e devido a falta de mais estudos só compensam dois.

O Citrato de Cálcio e o Carbonato de Cálcio

A decisão de qual escolher dependera das condições do usuário e o formato do produto:

Citrato de Cálcio

O citrato de cálcio é, em geral, superior ao carbonato de cálcio, embora contenha aproximadamente a metade do seu conteúdo elemental,a  sua biodisponibilidade é muito alta graças ao complexo que forma com o ácido cítrico que faz que não se requiera um meio ácido no estômago para a sua correcta absorção.

Carbonato de Cálcio

O carbonato de cálcio é preferível em casos de insuficiência renal crónica pela boa capacidade que tem de unir aos fosfatos e ser eliminado via renal, além disso pelo seu alto conteúdo elemental, embora requeremos o seu consumo com comida para poder aproveitar.

Tabela Resumem Sais de Cálcio

SalConteúdo ElementalBiodisponibilidadeNotas
Carbonato de cálcio40%Alta– Útil em doentes renais crónicos.
– Requer o seu consumo com refeções.
Citrato de cálcio21%Alta– Útil em doentes intestinais .
– Pode ser consumida em jejum e em pessoas com hipoclorhidria.
– Não aumenta o risco de litiase cálcica renal em pessoas saudáveis.
Lactato de cálcio13%Alta– Baixo conteúdo elemental.
– Pouco uso pratico
Gluconato de cálcio9%Alta– Baixo conteúdo elemental.
– Pouco uso prático.
Cloruro de cálcio27%Alta (intravenoso)– Uso em clínica.
– Pouco conteúdo elemental para a sua via de administração.
Acetato de cálcio25%Alta (falta investigação)– Potencial para converter em uma opção a considerar.
– Faltam investigações em humanos.
– Pouco uso prático agora mesmo.
Tricalcio fosfato38%Moderada– Menor biodisponibilidade que outras opções.
– Mais caro.

Novo Citrato de Cálcio da HSNraw

O maior problema que  demonstrou as investigações clínica sobre o citrato de cálcio foi que tem aproximadamente a metade do conteúdo elemental que o concorrente directo, o carbonato, é difícil implementar o seu uso já que os pacientes requerem utilizar uma grande quantidade de tablets para conseguir a dose estabelecida.

Formato em pó

Por isso, nós da HSN desenvolvemos um produto de citrato de cálcio RAW, para que possas consegui as quantidade de cálcio que necessitas a través do cómodo uso de pó, e assim não tens que tomar tablets grandes, pois sabemos que isso é um problema para muitas pessoas.citrato cálcio

Figura VII. Citrato de Cálcio daHSNraw.

Mais biodisponibilidade

Aqui vais a encontrar todo o bom da fórmula com mais biodisponibilidade de cálcio do mercado, no formato mais adequado para o seu uso de forma que possamos salvar as distâncias da principal limitação que apresenta, que é a necessidade de utilizar uma grande qualidade de comprimidos para chegar na dose efectiva.

produto calcio

Figura VIII. Jaime Hidalgo utilizando um produto HSNraw.

Alta solubilidade

A solubilidade deste sal cálcica é boa, permite homogeneizar a mistura na água na temperatura ambiente sem necessidade de diluir excessivamente, é cómodo de tomar já que pode ser utilizado em jejum sem problemas de absorção e sem necessidade de utilizar sumos cítricos para dar potencia.

Podes até misturar com o teu batido de proteínas para tomar tudo junto e não vais notar.

Apto Veganos

O produto, claramente, é apto para o seu consumo em dietas vegetarianas e veganas.

Isto é uma vantagem, já que é uma população que por não consumir lácteos costuma apresentar ingestas dietéticas de cálcio muito por debaixo das recomendações diárias.

Sem Alergénios

Também não contém alergénios como o glúten, ovo, soja, peixe ou frutos de casca rija, convertendo em uma opção excelente para pessoas  alérgicas, intolerantes e/ou sensíveis a estes alimentos.

Uma opção completamente versátil para o seu uso para todos, independentemente do cenário em que se encontra.

Fontes bibliográficas

  1. Balk, E. M., Adam, G. P., Langberg, V. N., Earley, A., Clark, P., Ebeling, P. R., … Dawson-Hughes, B. (2017). Global dietary calcium intake among adults: a systematic review. Osteoporosis International, 28(12), 3315–3324.
  2. Ross, A. C., Manson, J. A. E., Abrams, S. A., Aloia, J. F., Brannon, P. M., Clinton, S. K., … Shapses, S. A. (2011). The 2011 report on dietary reference intakes for calcium and vitamin D from the Institute of Medicine: What clinicians need to know. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, 96(1), 53–58.
  3. Straub, D. A. (2007). Calcium supplementation in clinical practice: A review of forms, doses, and indications. Nutrition in Clinical Practice, 22(3), 286–296.
  4. Wasilewski, G. B., Vervloet, M. G., & Schurgers, L. J. (2019). The Bone—Vasculature Axis: Calcium Supplementation and the Role of Vitamin K. Frontiers in Cardiovascular Medicine, 6, 6.

Entradas Relacionadas

Conheçes a relação entre o Cálcio e a Vitamina D para a saúde? Descobre neste link.

Avaliação Sais de Cálcio de acordo com a sua Bisponibilidade

Tipos - 99%

Benefícios - 100%

Contras - 100%

Biodisponibilidade - 100%

Conteúdo Elemental - 100%

Citrato de Cálcio - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Confira também
ferro-desportista-organismo
A importância do ferro na nutrição e para combater anemia

O ferro é um oligoelemento essencial para  formação dos glóbulos vermelhos, que são os que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *