A Creatina melhora o rendimento do futebolista?

A Creatina melhora o rendimento do futebolista?

A exigência no rendimento dos futebolistas é cada vez maior devido à quantidade de jogos que devem afrontar em poucos dias, assim como a cada vez maior profissionalização existente. Os suplementos alimentares são necessários para aumentar o rendimento? Aqui vamos tratar da importância de um deles, a creatina, no futebol.

Efeitos creatina jogadores futebol

Vamos rever os efeitos da Creatina

Sabes o que é a creatina e que efeitos tem nos desportistas?

Não queremos aqui repetir aspetos já vistos com grande profundidade no post específico que temos no nosso blog sobre este suplemento. Queres parar e lê-lo com tranquilidade? Acede por aqui.

Todavia, o que gostaríamos de deixar claro desde o princípio deste post é que se trata de um suplemento que tem os seus resultados comprovados. Não é em vão. Trata-se de um dos produtos que maior quantidade de estudos tem às suas costas, pelo que a grande maioria deles defendem-se uns aos outros.

Durante os últimos anos, os suplementos, e especialmente a creatina, estiveram relacionados com os ginásios e com a ajuda no ganho de massa muscular. Este é um erro crasso que continua a ser tomado como exemplo.

Os suplementos estão cada vez mais difundidos por todo o mundo do desporto profissional e amador. Porquê? Porque a ciência está encarregue de demonstrar como realmente melhoram o rendimento desportivo…ou ajudam a melhorá-lo, desde que se siga um treino e uma dieta adequada.

Desta forma, em desportos como o futebol, que mistura explosão e resistência, a creatina é vista como um produto importante, sendo essencial para a resistência e recuperação muscular, como veremos mais adiante.

Exercício anaerobico futebol creatina

Creatina e Futebol

Os futebolistas tomam suplementos desportivos no seu dia-a-dia? A resposta é sim. Desde há muito tempo ou é algo atual?

Em 1998, o Diário El País publicou um artigo que revolucionou o mundo do futebol. O Real Madrid teve de se defender do uso da creatina entre o plantel da primeira equipa.

Real Madrid creatina 1998

Porquê? Aquele ano foi traumático em outros desportos, como no ciclismo, muito relacionado com escândalos de doping, e s serviços médicos do Real Madrid tiveram de explicar qual era a razão pela qual os seus jogadores tomavam este produto.

O doutor Manuel Chamorro, chefe dos serviços médicos do clube naquela época, deixava claro que se tratava de um “produto legal”, deixando em aberto “os possíveis benefícios” que pode fornecer aos seus jogadores.

“Melhorar o sprint de um atacante, ainda que seja 1%, pode decidir um jogo”, defendia há mais de 20 anos o médico de um dos melhores clubes do mundo do futebol.

Anos mais tarde, o Diário AS também publicou outra informação relacionada com o consumo de creatina em dois clubes de primeiro nível: FC Barcelona e RCD Espanyol. Os serviços médicos de ambas as equipas tiveram que vir a praça pública defender o consumo “legal” deste produto.

“Praticamente todas as equipas em Espanha a tomam, seja em comprimidos ou em pó”, afirmava Juan Carlos González, médico do Espanyol em ditas páginas do diário desportivo.

Por outro lado, Jordi Ardhvol, responsável máximo dos serviços médicos do Barça nesse momento, defendia como “um dos produtos protovitamínicos de ajuda que utilizamos com os jogadores”, recordando que era um produto permitido pelo COI.

Seis anos depois do primeiro artigo, Ardhvol falou mais especificamente sobre o uso nos futebolistas: “Nem sempre todos os jogadores o tomam, alguns com maior assiduidade do que outros e durante períodos mais longos. Tem a ver com a constituição de cada jogador”. “Por exemplo, é recomendável que se tome durante dois meses e depois se descanse outros dois”.

Barcelona creatina 2004

Por que motivo os futebolistas devem tomar Creatina?

Dado que a creatina é um suplemento que os futebolistas tomam desde há décadas, passamos então a dar a conhecer quais são os beneficios que se podem obter através do seu consumo.

Em primeiro lugar, precisamos o tipo de exercício físico que exige o futebol: anaeróbico. Isto é, um esforço marcado por períodos de força curtos e intensos, mas repetitivos. Deste modo produz-se um rápido desgaste físico e é necessário encontrar uma recuperação rápida dos músculos para completar as distintas repetições.

Que exigências têm estes desportos?

Os desportos anaérobicos, como é o caso do futebol, exigem uma elevada quantidade das denominadas como fibras rápidas ou fibras de tipo II. Precisamente, estas fibras musculares são as que maior capacidade de creatina vão ter.

Esforços curtos mas intensos

Os futebolistas exigem umas necessidades de exercício intenso curto, mas muito explosivo. Portanto, precisam de ter os depósitos cheios de fosfocreatina.

Com o consumo deste suplemento vão melhorar o rendimento nos sprints de curta duração, assim como nos grandes esforços intermitentes e repetidos.

Por outro lado, também está demonstrado que, tomado juntamente com suplementos de proteínas de soro de leite, favorece a recuperação muscular depois dos treinos exigentes e jogos de máxima competição.

Esforços explosivos creatina futebol

O que diz a ciência sobre Futebol e Creatina?

Um estudo realizado por autores espanhóis e publicado em 2019 procurou conhecer, mediante distintas análises de campo, quais eram os resultados da suplementação com creatina em jogadores de futebol.

O objetivo do estudo foi “realizar um exame sistemático e uma meta-análise” para determinar a eficácia da suplementação com creatina para “aumentar o rendimento nas habilidades relacionadas com o futebol”.

Os resultados, depois de suplementar a um determinado número de futebolistas com creatina, e a um segundo grupo com placebo, foram os seguintes:

A suplementação com creatina em jogadores de futebol mostra uma série de efeitos positivos nas distintas provas de rendimento físico a que foram submetidos os futebolistas que participaram no citado estudo.

Foi especialmente notada a melhoria na potência anaeróbica dos futebolistas, pelo que o estudo demonstra melhorias relacionadas com o metabolismo anaeróbico.

Como devem os futebolistas tomar Creatina?

Num mundo tão fechado como o futebol, apesar de se tratar do denominado desporto-rei, a ingestão deste tipo de suplementos continua a estar demasiado oculta.

Segundo rezam distintas investigações publicadas nos últimos anos, grande parte dos clubes de futebol costumam fazer cargas de creatina nos seus jogadores em distintas épocas da temporada.

Desta forma, um dos períodos de carga é a pré-temporada, que ocorre durante a primeira parte do verão. É aí onde os jogadores apuram o seu estado físico, com a finalidade de chegar nas melhores condições aos aproximadamente 10 meses de competição.

Futebol ginasio como tomar creatina

A cada vez próxima acumulação de jogos, sobretudo em datas concretas da temporada, faz com que os clubes de futebol tenham que programar outra carga de creatina com datas anteriores a essa maior sobrecarga de jogos. Por exemplo, no caso de Espanha, a maior quantidade de jogos é entre os meses de janeiro e fevereiro, quando se sobrepõem competições, como a Liga, a Champions e a Taça do Rei.

Apesar de tudo, são poucos ou nulos os dados que os serviços médicos e membros dos distintos departamentos de preparação física dos clubes de futebol fornecem sobre este aspeto.

Que quantidades tomar?

No estudo realizado em 2019 em Espanha sobre o uso dos suplementos de creatina no futebol, o resultado de melhoria no rendimento dos futebolistas deu os seus frutos com a seguinte toma:

Dose de carga de 20-30 g por dia, dividindo a toma em até 4 vezes por dia e durante (até) 7 dias de ingestão consecutiva. Ao terminar, durante mais 9 semanas, recomenda-se a ingestão de 5 g ao dia, ou a segunda opção, mais reduzida, de 3 mg/dia durante 14 jornadas consecutivas.

Alguns mitos sobre Creatina e Futebol

São muitos os mitos que ao longo dos anos foram veiculados contra a suplementação com creatina.

Alguns deles podes encontrá-los na entrada concreta que temos no nosso blog (clica aqui para ler).

Como se não bastasse, também fizémos uma revisão ao longo do nosso artigo como no mundo do futebol se tiveram que negar em distintas épocas a relação de creatina como uma substância proibida.

Hoje-em-dia, o uso de creatina no mundo do futebol está massificado. É certo que nem futebolistas nem clubes costumam relacionar-se com empresas ou marcas de nutrição desportiva. No entanto, estes consomem diariamente produtos como a creatina, proteínas de soro lácteo, multivitamínicos, entre outros.

Sucesso futebol creatina suplementos

Fontes Bibliográficas:

Avaliação Usos da Creatina no Futebol

Desde quando os futebolistas tomam creatina - 100%

Creatina e Futebol - 100%

Por que motivo devem os futebolistas tomar creatina - 100%

Que quantidade de creatina tomar - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre José Miguel Olivencia
José Miguel Olivencia
José Miguel Olivencia é um profissional da comunicação e desporto. Sempre tratou de de uni-los nas suas diferentes experiências profissionais, como ocorre na HSN e Blog HSN.
Confira também
Futebol hidratação
A Importância da Hidratação no Futebol

Vamos-te contar tudo o que precisas saber sobre a hidratação no futebol. O que temos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *