Guia de Treino de Basquetebol por Posições: Bases

Guia de Treino de Basquetebol por Posições: Bases

O que define a um base? É  um jogador que requer uma grande resistência aeróbica, e tolerância ao esforço anaeróbico. A sua necessidade de desenvolver a força é menor que outras posições, em parte graças ao seu menor peso corporal (Ferioli et al., 2018). A continuação  os deixamos com uma guia de treino para Bases.

BASE DETERMINANTES

De tudo isto já falei em profundidade neste artigo. Se ainda não leste, aconselho que faças-o.

Como devo treinar um base?

Abordaremos uma guia de treino para bases em relação aos seus determinantes físicos do rendimento. Um base é um jogador que requer de um grande controle técnico de mobilidade, desenvolvimento da percepção do espaço-temporal e compreensão dos princípios tácticos do jogo. Más não vamos falar especificamente disso.

base nba parker

Como posso fazer a que a minha base seja mais resistente de acordos com as suas necessidades?

Zona% Fc. Max.
150-60%
260-70%
370-80%
480-90%
590-95%
6>95%

tempo base

É intenso?

Por isso, a nossa base deve treinar a maior parte do tempo em zonas 4 e 5 , e encontrar-se cómodo neste rango de frequência cardíaca, que corresponde ao 80-95% Fc. Max.

Em que consiste o treino?

O mais interessante é recorrer aos estudos científicos que tenham analisado os efeitos de diferentes sistemas de treino sobre os parâmetros que nos interessam desenvolver. E existe bastante a respeito.

O mais interessante que vamos encontrar, ao contrario do que opinam uma grande quantidade de preparadores físicos de desportos colectivos, é que a preparação física pode ser realizada com bola. De facto é uma boa opção!

Delextrat et al. (2018) compararão os efeitos de um acondicionamento físico em jogadores de basquetebol durante 6 semanas, baseado nas formas jogadas (3×3) ou no sistema de treino aeróbico interválico de alta intensidade (HIIT).

Ou seja, treinavam eles jogando e fazendo sprints.

Queres conhecer no que consiste concretamente o treino HIIT. Não percas o post que Javier Colomer desenvolveu sobre a temática. Clica no link.

treino hiit com bola

O que aconteceu?

Que tal como indicam os autores:

“O estudo observou que tanto o SSG (formas jogadas) como o HIIT resultarão em melhoras similares nas variaveis aeróbicas e anaeróbicas, assim como numa melhor capacidade de oxigenação muscular”.

Isto é importante? Pois como achas que á base de Movistar Estudantes Phil Pressey  é capaz de parar o passe, correr controlando a bola, com fadiga e ainda acabar a jogada com êxito? Podes ver no seguinte video…

Exato, com um bom desenvolvimento da capacidade anaeróbica e a potencia aeróbica.

Em um estudo de Maggioni et al., (2018), observou e compararão os efeitos do BDT (formas jogadas) com RSAT (HIIT) e com GBT (treino normal de basquetebol).

Estes autores concluirão que tanto BDT como RSAT erão efetivos, e superiores ao GBT desenvolveram o rendimento físico dos jogadores de basquetebol.

Embora quando observamos os dados podemos ver duas coisas:

1. RSAT era superior a BDT

Gerando fatiga (mostra de uma intensidade mais alta).

grafica pré pos

2. Melhoras com BDT

Todas as habilidades específicas do basquetebol (dribbling, lançamentos, passes, saltos, habilidades de defensa e de ataque) melhoram mais com o segundo sistema.

Os autores recomenda que os treinadores e os jogadores tenham em conta na hora de incluir este sistema de treino na sua preparação física. Para que?

Para que, além de correr, Toney Douglas (Movistar Estudiantes) seja capaz de dar este passe de precisão de velocidade  que invade os nossos ecrãs com uma das jogadas mais destacadas da jornada 16 da Liga Endesa ACB.

Proposta de treino para Base

E como integramos isto? Este seria uma proposta para uma semana de treino físico para um base!

semana treino

Não sabes como deves treinar no ginásio? Atenção! Que vou contar-te aqui. Neste artigo te explico como se desenvolveram as sessões  Gen A e B, e Esp A e B.

As sessões Técnicas (TEC) e Tácticas (TAC) dependeram do momento da temporada, necessidade do equipo, próximos jogos… E estarão coordenadas pelo treinador principal e ajudantes.

Sessões HIIT

3 series x 6 repetições de 40′ (20’+20′) em corrida da máxima intensidade, com a mudança de direção. 20″ de recuperação passiva entre períodos de repetições, e 3′ entre séries.

Sessões de BDT

2VS2 ataque-defesa contínuos, sem tiros livres nem tempos mortos. 2 blocos de 3 séries de 4′ de atividade interrompida com 2′ de descanso entre blocos

2 x (3 x 4′) + 2’ Descanso

Agora vem o mais divertido, depois de ler esta guia de treino para bases. Coloca as zapatilhas e bora lá!

treino basquetebol

Referências Bibliográficas:

Avaliação Guia de Treino Basquetebol: Bases

Como deve ser o treino - 100%

Fazer dele mais resistente - 100%

Em que consiste o treino - 100%

Proposta de trabalho - 99%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *