Isoflavonas de soja – Um remédio natural para a menopausa

Isoflavonas de soja – Um remédio natural para a menopausa

As isoflavonas de soja estão em um bloco de substancias dotadas de uma estrutura análoga a dos principal grupo de hormonas sexuais da especie humana como são os estrogênios.

O que são as isoflavonas de soja?

É um dos tesouros que esconde a multifacetada planta de soja. Uma composição química que esconde entre seus compostos mais abundantes os que representam o núcleo duro da sua ação biológica:

  • Genisteína
  • Daidzeína
  • Gliciteína

Devemos lembrar que a soja, desde que foi descoberta pelos primeiros antepassados da civilização china, constitui uma das fontes mais significadas das proteínas para alimentação humana.

Seu cultivo é de origem asiático. No século XIX começou a ter um pouco de fama em America Actualmente Brasil e Argentina são os dois principais produtores da planta.

Devido as duas guerras Mundiais paralisou o subministro de   óleo de coco eo  palmiste desde oriente. Isto fez que a soja convertera em uma planta oleaginosa.planta soja

De onde procedem as isoflavonas de soja

Químicamente, as isoflavonas encontram-se dentro do numeroso grupo dos polifenoles. Está integrado por mais de 6.000 substancias cuja localização natural está intimamente ligada ao reino vegetal. Encontra-se amplamente dispersas em espécies botânicas de varias tipologias e origens.

O interesse deste complexo químico para busca de aplicações e benefícios na saúde humana radica que não são poucos os que tem atribuída, em maior ou menor medida, capacidade fitoestrogénica, uma condição que permite ser reconhecido dentro do organismo como moléculas equivalentes aos estrogênios femininos.

como tomar

Isoflavonas de soja e estrogênios

Os estrogênios são hormonas sexuais esteroideas (chamadas assim por derivar primariamente do colesterol). Principalmente sintetizadas nos ovários, mas também nas glândulas suprarrenais (duas cápsulas localizadas ao lado de cada rins de enorme importância endócrina). O homem também possui-os.

A função básica dos estrogênios consiste em perfilar o desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários da mulher. Estás podem ser o crescimento das mamas, o alargamento da cadeira, a menor gravidade do timbre de voz ou o escasso desenvolvimento de folículos pilosos.

Sua essência, é devido aos estrogênios que uma mulher seja reconhecível pela sua morfologia.

Descrevemos uma relação direta entre casos de infertilidade feminina e uma taxa de sínteses de estrogênios. A escassez ao parecer, pode promover a génese de tumores, especialmente de mama
de onde procede soja

Propriedades das isoflavonas de soja

As isoflavonas comportam como antioxidantes a nível das membranas celulares. Contribui a diminuição da intensidade dos sintomas característicos da menopausa e a pós menopausa.

No seu estado natural, dentro dos tecidos da planta, as isoflavonas carecem de atividade biológica. Uma vez tomadas através dos alimentos ou os suplementos nutricionais, as baterias que compõem a microflora do intestino delgado fazem uso das suas enzimas para fraccionar suas moléculas e transformar-las.

Deve ter em mente o rápido vencimento dos efeitos biológicos destas substancias. Passado o máximo de sete ou oito horas abandonam a corrente torrente circulatório para ser expulsadas pelo organismo

Esta brevidade de sua supervivência obriga um continuo aporte se trata de alcançar um benefício das suas propriedades. Recomenda ingerir duas ou três tomas diárias.

Funcionamento no organismo

Dada sua capacidade de actuar seletivamente sobre os diferentes receptores de estrogênios (alfa e beta), as isoflavonas de soja intervém basicamente nos órgãos e tecidos onde predomina os receptores do tipo beta, como é o caso do sistema nervoso central (encéfalo e medula espinal), o osso e as paredes das artérias.

Seu potente efeito antioxidante foi comparado com a  vitamina E. Destacam a genisteína e a daidzeína

Esta propriedade, por uma parte, suma-se anterior, já que evitam a oxidação das LDL as células espumosas (modificações das celulas musculares da parede arterial e macrófagos que surgem quando começa a formação das placas de ateroma). Este poder antioxidante projecta seus benefícios sobre a génese do cancro, pelo que podem ter influencia na sua prevenção.o que são isoflavonas de soja

Capacidade de inibição enzimática

É possível atribuir as isoflavonas, embora pode ser com carácter residual, uma ação anti cancerígena. Basicamente promovida a partir do bloqueio das três enzimas:

  • Tirosin-kinasa: sua inibição é precursora de um efeito análogo sobre a expressão de alguns oncogenes. Assim como da desaparição de alguns receptores específicos de fatores de proliferação celular, como o de crescimento tumoral
  • Topoisomerasa II: As isoflavonas induzem a morte das células cancerígenas trás integrar quimicamente no complexo DNA-topoisomerasa II
  • Aromatasa: inibiéndo, impidem a sintese de 17-beta-estradiol (um estrogênio) apartir da testosterona. Comportando como um freio ao desencadeamento de tumores hormono-dependentes, como o de mama

 

beneficios e propriedades isoflavonas de sojaBenefícios das isoflavonas de soja

Menopausa

A melhora da absorção do calcio é uma das mais importantes propriedades das isoflavonas de soja

Com a chegada da menopausa, dois são os fenómenos primários que acontecem no organismo da mulher. Suspende a produção de óvulos nos ovários e cai significativamente a síntese dos estrogênios.

Estas mudanças implicam, na maioria dos casos e em maior ou menor intensidade, aparição de uma serie de manifestações orgânicas e psíquicas. Retenção de líquidos, sudação intensa, sufoco, mucosas secas, frequentes dores de cabeça, irritabilidade, instabilidade emocional e dificuldade para dormir, entre outras.

  Devido a essas mudanças hormonais, devemos falar de certas pautas alimentarias. Durante o período climatérico incrementa o risco da mulher padecer osteoporose, alterações do perfil sanguinio de lípidos e colesterol e arteriosclerose. E a tendência de engordar

As isoflavonas de soja tem um role muito notável dentro da dieta especial que seguem as mulheres nesse período.

menopausa

Funcionamento durante a menopausa

A sua imitação de estrogênios confere-lhes, por exemplo, poder reduzir uma das mais preocupantes sequelas da menopausa, a descalcificação óssea, anterior a osteoporose.

Fazem para evitar a mobilização do cálcio a partir da matriz dos ossos (como constituinte essencial da hidroxiapatita). Ao mesmo tempo , impedem o bloqueio da absorção do mineral, algo que pode ser outras consequência da caída do nível de estrogênios circulantes.

No geral, ajudam a combater os signos externos da menopausa  pela essa função compensatória da redução de estrogênios consustancial nesta etapa. Em consequencia, é durante o período climatérico quando más indicado está recurso as isoflavonas. Assim como o incremento na toma do calcio e vitamina D.

isoflavonas menopausa

 

Doenças cardiovasculares

Um dos perigos que espreita com a chegada da menopausa é  incidente de transtornos dessa natureza.

Nesta linha, se sabe que as isoflavonas mantém certo os níveis de LDL (conhecido como “colesterol mau”) e de colesterol total em sangue. Além disso que contribui normalizar o perfil de triglicéridos. Isto traduz numa diminuição do risco de padecer arteriosclerose.

Sistema osteoesquelético

Esta baseado em uma ação anabólica (ou seja, a faceta “creativa” do metabolismo) sobre o osso. Estimula a proliferação das células osteoblásticas (responsáveis da  formação da matriz óssea) enquanto as protege dos danos oxidativos causados pelos radicais livres.

Sua ação completa com um incremento da sintese de ADN e de colagénio e obstaculizando a função dos osteoclastos (células encarregues da reabsorção da matriz óssea, contrarias a sua função dos osteoblastos).isoflavonas de soja acido hialuronico

Síntese do ácido hialurónico

As isoflavonas de soja estimulam a sintesis de ácido hialurónico. Se trata de um polisacárido essencial na textura da epidermis cuja abundância melhora o aspeto da pele. Reduz o desgaste do colagénio e a elastina, as duas proteínas estruturais do tecido cutáneo. Em definitiva, a maior formação de fibras elásticas atrasa a proliferação de rugas e linhas de expressão na pele.

Sistema imunológico

As isoflavonas supõem um esforço do sistema imunitário. É consequência da intensificação da atividade dos glóbulos brancos e os macrófagos

Estes últimos exercem como armadilhas do organismo de tudo quanto reconhecem como substancias alheio a eles, desde que os primeiros, também chamados leucocitos, baixo diferentes mecanismos de acordo o tipo que trata neutralizam os microorganismos invasores, guardando na sua memoria celular a composição antigénica destes para redobrar seus esforços em possíveis futuras agresões.

Estudos sobre o Alzheimer

Existem diferentes linhas de investigação abertas em relação com a possibilidade de prevenir a doença de Alzheimer nas mulheres pós-menopáusicas. Os científicos manejam importantes indícios de que podem amortizar os alterações cerebrais associados com este transtorno degenerativo.

Acumulação de gordura

Com a menopausa, a mulher experimenta uma tendência a acumular gordura. O que o faz em dos localizações: o fígado, onde se produz a esteatosis hepática (certo grau de engorduramento desta víscera). E no tecido adiposo, onde se concentra na chamada gordura parda destinada ao mantimento da temperatura e que é a causante do aumento do peso.

Em relação com este último aspecto, normalmente se associa com a mudança do climatério para necessidade de ter baixo controle o peso para não engordar. A lecitina de soja, um dos produtos derivados desta leguminosa com elevada concentração de isoflavonas. Pode ser um importante apoio para reduzir essa tendência a aumentar o peso. Se pode consumir em comprimidos ou em cápsulas.isoflavonas de soja homem

Benefícios para o homem

Não devemos esquecer que, o sexo masculino faz referencia, as isoflavonas também aporta um bocadinho. Como fazem? Por um lado, diminui o risco de padecer cancro de próstata e suprimir factores predisponente de acidentes cardiovasculares.

Estes efeitos devem encaixar-se na etapa conhecida como andropausa.É o momento em que a síntese de hormonas sexuais conduz a determinadas mudanças fisiológicos que afectam especialmente o coração e sistema circulatório.

Como tomar as isoflavonas de soja

Na hora de planear seu consumo através da dieta, a diferencia entre a soja e o resto das plantas leguminosas é bastante substancial. Enquanto que cem gramas de soja aporta mais ou menos 300 mg de isoflavonas, de outras legumes seriam necessários três quilos para alcançar essa cifra.

No que respeita ao rendimento nutricional das isoflavonas, também podemos refletir o sensível contraste entre a soja integral e os brotes e óleo de soja e as variedades alimentarias de soja fermentada. Neste ultimo caso sua absorção é muito mais eficiente e seus efeitos mais notáveis. Entre estas variedades, o tempeh (fermentação da soja de procedência indonésia) ou o tamari (autentico molho de soja) são seus máximos exponentes.

Os fitoestrogênios, que abundam na pléyade de alimentos vegetais, dividem em diferentes categorías, como os lignanos (presentes em sementes de linho e pão de cereais integrais), as isoflavonas da soja (também constituintes do chá verde e o chá vermelho), os cumestanos dos legumes e os índoles nos que são ricas as couves e outras hortaliças crucífero. Se tivéramos que confeccionar uma lista de alimentos ricos em fitoestrogênios, nesta não podia estar ausentes do apio, o alho, os cereais (arroz, aveia, trigo…), as legumes (feijão, ervilhas…), algumas frutas (maçã, cereijas…), certas hortaliças (cenoura, brócolos…) e também sementes (abóbora, gergelim…).isoflavonas de soja menopausa

Procedentes de outros alimentos

As isoflavonas podem consumir através de outros alimentos que contem por adição no processo tecnológico de elaboração. É o caso do leite, sumos ou iogurtes enriquecidos.

Em qualquer caso, as sociedades científicas da ginecologia e menopausa recomendam uma toma diária de isoflavonas com uma doseador entre 40 e 80 mg. Assumindo que os fitoestrógenos mostram seus primeiros signos orgânicos a partir das 8-10 semanas de iniciar o seu consumo. A importância de planear a toma sustentada descartando tratamentos de choque com resultados a corto prazo

Em quanto ao modo de consumir. É preferível fazer durante as refeições, se bem não deve esquecer da interferência na sua absorção de uma dieta rica em fibra.

Suplementos de isoflavonas de soja

Não devemos esquecer de que foi atribuído  recentemente um importante catalogo de propriedades saudáveis a isoflavonas de soja, tanto a industria alimentar como a nutracéutica colocaram no mercado novas linhas de produção para explorar ao máximo o potencial destes compostos. De facto, o mercado é habitual encontrar diferentes tipos de suplementos dietéticos com chamativas menções no etiquetado acerca do seu enriquecimento em isoflavonas.

Independentemente das ingeridas através da dieta, em muitos casos pode ser necessário provisionasse de isoflavonas incluídas nos suplementos nutracéuticos. Ou seja, presentações a base de comprimidos ou cápsulas com alta concentração de principio activo. Mas sempre com supervisão médica.suplementos isoflavonas de soja

 

Queres começas a tomar suplementos de isoflavonas de soja? Podes comprar os melhores suplementos de isoflavonas de soja no link

Contraindicações das isoflavonas de soja

  • Alergias: as isoflavonas são susceptíveis de desencadear reações de alergia em pessoas hipersensível a algum dos seus componentes. A pesar da sua escassa casuística, trata-se a contraindicação para a que mais incidente se descreve.
  • Hipotiroidismo: seu consumo entre quem padece este transtorno endocrino e estão sendo medicados contra ele está desaconselhado. Poderia levar a cabo uma ação depressora da atividade da glândula tiroides e, em consequência, neutralizar os efeitos da medicação. As isoflavonas tende a provocar uma perda nada irrelevante de iodo. Pelo que sempre recomenda acompanhar de algum suplemento que contenha este mineral. Se caracteriza pela sua escassa presença na alimentação no nosso país.
  • Sometimento um tratamento anti-tumoral. As isoflavonas de soja podem interferir na ação dos fármacos indicados para combater o cancro de mama. Em obstante, podiam anular a ação do tamoxifeno.
  • Sometimento um tratamento hormonal de qualquer índole.
  • Em adolescentes pode ser motivo de  transtorno no ciclo ovárico. É algo que pode verse acentuado se consume simultaneamente álcool

Efeitos secundários das isoflavonas de soja

O consumo de isoflavonas de soja não é isento de riscos de efeitos secundários. Principalmente sob a forma de distúrbios gastrointestinais, como flatulência ou diarreia.

Pode exercer interferencia na absorção de certos minerais como zinco e ferro.

Em pessoas com bons níveis de estrogênios pode provocar tiroiditis e, como consequência, bocio. Este tipo de risco queda minimizado se a forma de ingerir isoflavonas é a partir de alimentos fermentados como os citados anteriormente

As isoflavonas inibem os receptores da tirosina quinase. Como demonstrado em células de tecido adiposo de ratos experimentais, ele poderia neutralizar os efeitos da insulina nos tecidos que requerem a intervenção desse hormônio..

Um efeito crónico da possível resistência à acção da insulina não está excluído. Embora até agora não haja nenhuma evidência confiável de que as isoflavonas tenham sido um fator causal de hiperglicemia em pessoas afetadas pelo diabetes mellitus, não há evidência de que as isoflavonas tenham sido um fator causal de hiperglicemia em pessoas afetadas pelo diabetes mellitus..

A adopção de uma pauta de suplementação com isoflavonas de soja deve estar tutelada por um especialista. Este valorará a necessidade real do tratamento e a dose aconselhável
oleo de onagra isoflavonas de soja

Isoflavonas de soja e óleo de onagra

Devido sua riqueza em fitoestrogênios, comprovou-se que o óleo de onagra é um coadjuvante da produção de substancias similares as hormonas sexuais. Isto confere com capacidade de controlar os sintomas da menopausa.

As sementes da onagra são um excelente sustrato de um dos ácidos gordos essenciais da serie ómega 6, o ácido gamma-linoleico (em abreviaturas, GLA).

Um consumo regular de 250 miligramas de óleo de onagra assegura a suficiente quantidade de GLA. O objetivo é prevenir doenças cardiovasculares e esclerose múltipla. E fazer a combinação com isoflavonas de soja que é dobre benefício. Equilibra de forma natural os níveis hormonais. Mitiga os incómodos sufocos próprios do climaterio

Trevo vermelho

Uma fitoterapia que associa o trevo vermelho e as isoflavonas de soja que a revelado como um eficaz remédio contra a sintomatología menopausa. Numerosos estudos mostram a melhora qualidade de vida. Em particular nas mulheres pós-menopáusicas.

No âmbito menopáusico, diminui a intensidade e a frequência dos sofocos. Também a hipersudoração, enquanto que também é regulador do perfil lipídico sanguíneo.

Fontes Bibliográficas

Artigos Relacionados com o tema:

Valoração Isoflavonas de Soja

Similitude com os estrogênios - 100%

Benefícios durante a menopausa - 100%

Como tomar - 99%

Efetividade - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Alberto Ricón
Alberto Ricón
Alberto Ricón é um especialista em nutrição e higiene alimentar com ampla experiência no setor. Trabalha como Técnico de Saúde Alimentar na Comunidade de Castilla La Mancha.
Confira também
estrogenios mulher
Estrogénios, o que não te contaram

Há anos que procuramos uma pessoa para culpar pelos problemas que muitas mulheres encontram quando …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *