Treino de Volume Keto – Cancelado

Treino de Volume Keto – Cancelado

O Treino do Volume Keto chega ao fim. As circunstâncias fizeram com que tivéssemos de terminar esta rotina de treino.

Devido à situação que estamos a atravessar, devia ter esperado algumas semanas a ver se as coisas melhoravam, mas infelizmente isto não tem solução à vista, vou ter de cancelar o treino de volume keto, antes do esperado.

Avaliação total do desafio

O principal objetivo do desafio era ver se conseguia fazer uma etapa de volume através da realização de uma dieta keto (ou seja, uma dieta basicamente sem hidratos).

Acima de tudo porque é uma situação não adequada ganhar músculo, de facto, muitas pessoas que são pro keto (incluindo eu sem chegar ao ponto de ser um talibã) asseguram que a prática de keto torna impossível engordar, embora também afirmem que é a melhor para ganhar músculo.

Devido à minha experiência, posso responder as duas próximas perguntas (atenção, há que ter em conta que isto não é n=1, não podemos especificar de modo algum a regra).

É possível engordar com a prática da dieta keto?

Sim, sem dúvida que é possível.

Mas é preciso comer muito mais do que devias se estivesses a praticar uma dieta com hidratos.

O que se deve ao facto de as calorias resultantes das proteínas, quando praticamos uma dieta keto, não precisarem de ser contadas.

Podemos contar as calorias dos hidratos de carbono, uma vez que a sua única função é a produção de energia.

Só que as proteínas são utilizadas para a construção e reparação das células e produção de enzimas, somente uma pequena quantidade como energia, por isso, não faz sentido efetuar a sua contagem quando praticamos uma dieta keto.

Além disso, quando a dieta se baseia na gordura – como principal nutriente – a contagem de calorias pode ter uma grande margem de erro, uma vez que arredondamos para 9 calorias por cada grama de gordura.

Mas isto acontece apenas em relação às gorduras vegetais polinsaturadas (que são aquelas que devemos consumir em menor quantidade na dieta keto), por cada 6.5-8.0 calorias por grama de gordura animal, ou 5.5 calorias por grama que o óleo de coco possui (ou as MCT)

Numa dieta com 20% de gordura, como é geralmente a dieta de volume, onde não damos prioridade a qualquer tipo de gordura, a margem de erro pode ser muito baixa, mas numa dieta keto bem formulada com 70-80% de gordura, o erro pode ser muito alto.

Como podem ver, é necessário aumentar bastante as calorias ingeridas numa dieta keto para ganhar volume.

É possível ganhar músculo com a prática da dieta keto?

Sim, sem dúvida que é.

Mas a verdade é que pode não ser o melhor, embora conforme vimos no ponto anterior, nem toda a gente consiga ingerir uma quantidade muito superior de calorias para desenvolver um bom ambiente.

Se recorrermos ao jejum intermitente diariamente, além do exercício de grande intensidade, pode causar um processo de autofagia (nos comermos a nós próprios) e que a necessidade de proteína não seja tão grande.

Autofagia

Se quiseres saber mais sobre a noção de Autofagia consulta este link.

Según Yoshinori Ohsumi, prémio Nobel graças à sua pesquisa sobre a autofagia, um indivíduo de produzir entre 200 e 300 gramas de proteína por dia e a vida de uma proteína dura entre 30 minutos e vários dias, após essa data deixa de conseguir desempenhar a sua função e deve ou pode ser reciclada.

Com a dieta fornecemos uma percentagem das proteínas necessárias, mas graças ao processo de autofagia iremos reciclar os aminoácidos das proteínas que já desempenharam a sua função ou que se encontram danificadas, e desta forma fornecemos um extra de proteínas que o nosso corpo precisa quando queremos alcançar a hipertrofia.

É muito difícil avaliar individualmente a forma como se pode ganhar músculo, mas é ainda mais difícil de avaliar em keto desde que tenha sido uma dieta defenestrada e seguida durante anos.

Aos poucos, vamos apresentando todos os benefícios para a saúde que esta possui e, possivelmente, no futuro obter um protocolo perfeito para ganhar volume com o melhor keto

A minha avaliação em peso e medidas antropométricas

Durante estas 17 semanas que realizei o desafio keto-volume passei dos 78,2 kg. com que comecei para os 87,2 kg com que terminei.

A percentagem de gordura passou de 11% para 18%, com o que ingeri a mais.

O meu objetivo era chegar aos 85 kg com 16%, mas várias circunstâncias (algumas viagens que não estavam previstas, uma distensão no joelho e o confinamento) fizeram-me desviar do caminho.

Não realizei os minicut que tinha previsto, nem o jejum de 72 horas, não terminei o desafio, mas também não consegui lidar bem com a situação.

David

Tabela de medidas

A tabela de medidas antropométricas terminou da seguinte forma:

Cinturaentre 82 e 88cm
Ancaentre 101 e 106cm
Quadrícepsentre 57 e 60cm
Bícepsentre 41 e 42,5cm
Peitoentre 109 e 113cm

Por isso a avaliação neste sentido é boa (sem ser excelente) visto que ganhei em todos os grupos, embora a cintura não devesse ter passado dos 85-86cm, foi o único contra que encontrei.

Agora, toca a sair do armário e ver se houve realmente um ganho quantitativo ao baixar novamente para 11% de gordura corporal.

Controlo da diabetes

Poderá ser resumido com uma única palavra: «CAÓTICA» foi assim que me senti principalmente devido à dieta extra hipercalórica que segui

Qualquer que seja diabético tipo 1 e tenta controlar a doença ao máximo, sabe que não basta ter cuidado com os hidratos de carbono ingeridos, mas também:

  • Forma como são ingeridos;
  • Quantidade ingerida; y
  • Quando.

Mas no caso de não ingerir hidratos de carbono (aqui não vai haver praticamente nenhum diabético a fazê-lo porque foram educados para continuar a ingerir hidratos de carbono como cordeirinhos) por isso começam a contar as proteínas e gorduras ingeridas, quantidade e combinação, uma vez que tudo isto vai fazer subir a glicose de forma descontrolada.

Glucose

Devido à presença de um sensor Freestyle, consegui controlar ainda melhor a glicose, mas com mais injeções de insulina rápida, para obter uma glicosada o mais baixa possível.

Uma dieta com tantas calorias era um descontrolo total e obrigava a uma necessidade de insulina mais vezes ao dia (2 doses de insulina rápida).

Agora que deixei de ingerir tantas calorias, voltei a ter a glicose mais controlada, embora me sinta penalizado por não poder treinar nas melhores condições para fazer com que não precise de quase insulina nenhuma para manter a minha glicose inferior a 5.4.

Treinos em Keto

Não tenho nada a assinalar que não saibam já todos aqueles que realizaram dietas keto alguma vez e se tenham adaptado ao keto.

SIM, é preciso passar estas 4 a 8 semanas em cetose para que o corpo não sinta fome – ninguém deve dizer o contrário – foi tão intenso como sempre TREINAMOS COM A MESMA INTENSIDADE, Nem mais, nem menos, nem melhor, nem pior.

Com isto, quero dizer que os talibãs fanáticos da dieta keto digam que vais ficar ainda mais rendido, e os fanáticos pro hidratos de carbono de que precisas hidratos sim ou se for fazer um treino de alta intensidade, e a verdade é que não.

Após a adaptação, treinas da mesma forma, com a vantagem de não depender dos escassos 400 grama de glicogénio tens armazenados, mas também não penses que por realizares uma dieta keto vais render mais.

E agora…

Relativamente ao treino

Toca a querer sair deste confinamento sem sentido.

Entretanto, pedi alguns quilos em discos olímpicos (especificamente 200 kg, uma barra olímpica e uma rack) para poder aumentar a intensidade porque pode acontecer que até ao fim do ano não possamos treinar no ginásio.

Barra olímpica

Relativamente à dieta

Não tenho pressa em definir.

Mas ao continuar com o meu estilo de vida keto, o meu peso voltará a estabilizar por volta dos 78kg.

Vou continuar com o jejum intermitente todos os dias (não farei de forma aleatória) com 2 refeições por dia (3 no dia em que não fizer jejum).

Além de continuar sem sem ingerir estes alimentos (é muito simples):

  • Batata
  • Arroz
  • Massa
  • Quinoa
  • Batata doce
  • Fruta
  • Farinhas
  • Milho
  • Doces
  • Pão
  • Cereais
  • Mandioca
  • Sumos
  • Refrigerantes com açúcar
  • Iogurtes
  • Gelados
  • Legumes
  • Amendóins
  • Avelãs
E assim controlar a minha diabetes ao máximo: o meu objetivo é baixar em 5 % de HbA1c.

Entradas Relacionadas

Avaliação do Treino de Volume Cancelado

Avaliação total - 100%

Medidas antropométricas - 100%

Controlo da glicose - 100%

O que fazer agora - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre David Diaz Gil
David Diaz Gil
Em cada um dos geniais artigos, está depositada a essência da experiência além do rigor científico, como assim acreditam a David Díaz Gil.
Confira também
treino dieta cetogénica
Treino de Volume Keto – Semana 8

Nova semana de Treino de Volume Keto para conseguir mais músculo com uma etapa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *