Rácio Digital 2D: 4D: O que dizem as Nossas Mãos?

Rácio Digital 2D: 4D: O que dizem as Nossas Mãos?

O que nos pode indicar o comprimento dos dedos, ou rácio digital? Podem-nos servir como meio de previsão de traços físicos, psicológicos e comportamentais.

O que é o Rácio Digital?

É o termo que descreve a relação entre o comprimento do segundo (dígito 2, 2D, ou indicador) e o quarto dedo (dígito 4, 4D, ou anelar).

Representação gráfica de uma mão

Representação gráfica de uma mão com os pontos de medição do indicador (2D) e anelar (4D).

Por isso:

Cálculo da ratio digital

 

Cálculo da rácio digital.

Para o calcular basta medir o comprimento de ambos os dedos, desde a base (articulação carpometacarpiana) até à ponta (final da última falange) e dividir o comprimento do indicador entre a do anelar.

Para que é utilizado o Rácio 2D:4D

Utilização para avaliar o grau dos traços de “masculinidade” que apresentas.

Dito assim, parece estranho e certamente é, mas são vários os estudos que mostram a relação entre 2D:4D e traços físicos, psicológicos e comportamentais próprios de um ambiente androgénico ou estrogénico segundo o valor obtido.

Rácio 2D:4D menor, o que significa?

Um valor inferior a 1 é caraterístico dos homens, e está associado a:

  • Aumento do risco de doenças caraterísticas do sexo masculino (cardiovasculares, cancro prostático, etc.)
  • Traços derivados de adições aumentados.
  • Maior agressividade.
  • Maior capacidade de liderança e gestão de grupo.
  • Tendência para a poligamia ou infidelidades.

Histograma ratio digital

Histograma que mostra a distribuição de indivíduos em ambos os sexos e o seu rácio digital.

De acordo com um estudo da Universidade de Alberta onde relacionaram esta relação com algum marcador de saúde, em humanos, a média é:

  • 9,947 em homens.
  • 9,965 em mulheres.

Com uma diferença significativa em termos estatísticos, o que significa que distribuída de forma homogénea, os homens têm um rácio mais baixo que as mulheres.

Serena Williams

Isto não significa que uma mulher não possa ter um rácio 2D: 4D mais pequeno, simplesmente é menos comum.

Em certos estudos associou-se a preferências sexuais de homens com aparência menos masculina e/ou mulheres (homosexualidade), síndrome de óvarios poliquísticos, maior assertividade, capacidade de tomada de decisões relevantes e rendimento atlético.

A tua mão fala sobre ti: teoria dos dedos

A teoria dos dedos não é mais do que a forma coloquial de descrever o fenómeno que associa o rácio 2D:4D a certos traços caraterísticos quando, em princípio, não deveria haver razões para o fazer.

Isto faz parte do estudo da quiromancia, uma pseudociência baseada no facto de as nossas mãos apresentarem informação relevante sobre a nossa saúde, a forma de ser, o comportamento e o nosso futuro.

O que não foi demonstrado de forma rigorosa em nenhum estudo realizado numa universidade de reconhecida transparência.

Ratio digital infantil

Talvez as nossas mãos possam fornecer, pelo menos, alguma informação relativamente a nós e à nossa forma de agir.

Por isso, o index-to-ring é um fenómeno tão estranho, uma vez que conta com uma grande densidade de evidência experimental em modelos animais, e de observação em humanos, que a correlaciona com determinados aspetos, tais como os anteriormente descritos, de forma suficientemente homogénea para pensar que possa ser uma causa real.

O que é que acontece se tiver o dedo anelar maior que o indicador?

Não acontece nada por teres o dedo anelar maior que o indicador, isto é, uma 2D: 4D maior.

É possível que estejas mais suscetível a:

  • Menor fertilidade (homens)
  • Maior risco de obesidade central e visceral.
  • Maior risco de depressão.
  • Aumento da prevalência psicopática.
  • Pior rendimento desportivo.
  • Maior fluidez verbal e coeficiente intelectual médio.
  • Tendência para o neuroticismo e ansiedade.
Mesmo assim, os resultados assinalados em certos estudos devem ser interpretados com cuidado, uma vez que não parece existir uma relação clara causal, e é possível que realmente o rácio 2D:4D não seja tão determinante como “a priori” possa parecer.

Dedo anelar e testosterona

O motivo que subjaz à relação que existe entre estes dedos é que o dedo anelar tem uma maior densidade de recetores androgénicos (aos que se ligam hormonas, como a testosterona), enquanto que o dedo indicador tem uma densidade de recetores estrogénicos aumentada (aos que se liga a estrona, o estriol e o estradiol, principalmente).

Predominância hormonal

Predominância hormonal e densidade de recetores associados nos dedos, que resultam num fenótipo masculino/feminino em função da sua relação.

É por isso que a exposição fetal às hormonas durante o processo específico de desenvolvimento digital condiciona o comprimento do dedo anelar, e a relação digital, com as consequências anteriormente descritas.

Aqueles fetos que têm uma exposição a uma maior concentração de andrógenos (como a testosterona) no líquido amniótico, têm um rácio 2D:4D menor.

Referências Bibliográficas

  1. Eklund, E., Ekström, L., Thörngren, J. O., Ericsson, M., Berglund, B., & Hirschberg, A. L. (2020). Digit Ratio (2D: 4D) and Physical Performance in Female Olympic Athletes. Frontiers in Endocrinology, 11, 292.
  2. Lutchmaya, S., Baron-Cohen, S., Raggatt, P., Knickmeyer, R., & Manning, J. T. (2004). 2Nd To 4Th Digit Ratios, Fetal Testosterone and Estradiol. Early Human Development, 77(1–2), 23–28.
  3. Wlodarski, R., Manning, J., & Dunbar, R. I. M. (2015). Stay or stray? Evidence for alternative mating strategy phenotypes in both men and women. Biology Letters, 11(2), 20140977.
  4. Zheng, U., & Cohn, M. J. (2011). Developmental basis of sexually dimorphic digit ratios. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 108(39), 16289–16294.
  5. Tabachnik, M., Sheiner, E., & Wainstock, T. (2020). The association between second to fourth digit ratio, reproductive and general health among women: findings from an Israeli pregnancy cohort. Scientific Reports, 10(1), 6341.
  6. Bailey, A. A., & Hurd, P. L. (2005). Finger length ratio (2D: 4D) correlates with physical aggression in men but not in women. Biological Psychology, 68(3), 215–222.

Entradas Relacionadas

  • Existe uma relação entre a testosterona, o sexo, o treino e a agressividade que… continuar a ler.
  • Quais são as Hormonas da Saciedade? Descobre-as em este link.
Avaliação Rácio Digital

O que é - 100%

Como medir - 100%

Estudo - 100%

Previsão - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Alfredo Valdés
Alfredo Valdés
Especialista e treino de fisiopatologia metabólica e nos efeitos biomoleculares da alimentação e o exercício físico, com os seus artigos, vai levar-te no complexo mundo da nutrição desportiva e clínica, de forma simples e desde uma perspectiva crítica.
Confira também
Tudo o que deves saber sobre a Resistência Muscular

Frequentemente os conceitos de força muscular e resistência muscular confundem-se entre si. E não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *