Beatman Performance Training: Conceito

Beatman Performance Training: Conceito

Procuras um sistema de treino através do qual possas treinar todos os estímulos? Queres divertir-te em cada treino enquanto melhoras a tua condição física? Bem, a resposta é “Beatman Performance Training” 🙂

Este tipo de rotina é apta para qualquer pessoa, mais, tenho amig@s que a estão a realizar e alguns deles passan dos 45 anosNão há desculpas!

O que é o Beatman Perfomance Training?

Beatman Performance Training (anteriormente Beatman Style!) É um sistema de treino que visa potenciar o rendimento da pessoa , aumentando as suas capacidades atléticas, dentro de uma abordagem desafiadora e ao mesmo tempo motivadora , sem descurar o carácter agradável de cada sessão.

Os objetivos são claramente definidos através da combinação de Força e Condição Metabólica que, dentro da sua metodologia, cumprem plenamente a potência e a alta intensidade, priorizando a técnica através dos “combo-hiit” sendo a sua principal fonte de trabalho, e conjugando toda uma desdobragem de Atividade de Rendimento.

Por que motivo Treinar Beatman Performance Training?

Qualquer circunstância que possa alterar a tranquilidade da pessoa em sua vida pessoal, perde relevância dentro do tempo de treino na esfera de Beatman Performance Training (doravante BPT ), forçando o 100% de envolvimento do atleta, e gerando a sua posterior recompensa em questões sensoriais, e conseguindo a adaptação necessária para enfrentar todos os desafios diários impostos pela vida e a merecida conquista do sucesso.

Esta filosofia não é uma cópia de outros treinos, mas simplesmente o que seu criador (eu) vivenciou e continua a fazer, extrapolando em cada Sessão de Treino , cada Conhecimento adquirido, sob o lema“Knowledge Makes Stronger” e que eé um prazer partilhar com aquele que procura algo parecido na sua vida

O que podes esperar de Treinar Beatman Performance Training?

Rendimento

Isso não deixa dúvidas, acho que para manter uma composição corporal ideal é necessário treinar, de uma certa forma, dando 100% e através dos exercícios mais eficientes e eficazes para isso, entre os quais encontraremos o básico Agachamento

  • Peso Morto
  • Press Banco
  • Press Militar

E a que acrescentamos exercícios complementares como acessório , como o remo, exercícios com o próprio peso … Ou seja, utilizamos ferramentas para melhorar a nossa performance e aproveitá-la ao máximo dentro das possibilidades e capacidades atléticas de cada indivíduo, mas isso certamente aumentará com o passar das semanas.

Melhoria da Composição corporal

O segundo conceito não deixa ninguém indiferente, e sem olhar para ninguém, quem não quer ter o tão desejado “6-pack”, silhueta em V, ombros perfilados, apoiando o antebraço na caixa das compras enquanto tira os artigos e observa o congestionamento destes a qualquer hora do dia … Enfim, todos gostamos, e quem disser o contrário não acredito.

Na minha filosofia vejo que o primeiro conceito, Performance está ligado à obtenção de uma composição superior, mesmo assim, teremos que passar pelo famoso “ No Pain, No Gain ” e apesar que fazes a melhor dieta do mundo, se treinares como a minha avó, amigo, acho que não vai haver progresso.

“Diversão”

A última epígrafe aparece entre aspas pois embora pareça uma polémica, treinar todos os dias tendo a sensação de ter levado uma “malha” e esperar o dia seguinte voltar a vivenciá-la deixa-me a pensar que algum mecanismo “satisfação-dor” existe no nosso corpo. Se não acreditas em mim, dá tempo ao tempo…

Com tudo isso deixo a nota descritiva do sistema que trago. Nisto tentarei fornecer a explicação mais detalhada possível do conceito e nas contribuições semanais sucessivas, o objetivo da sessão, bem como a descrição em que consiste.

Quais são os pontos do Treino BPT?

Power Hybrid!

Treinamos força e potência , adicionando elementos auxiliares e alguma hipertrofia; vamos encontrar levantamento de peso, exercícios básicos de força, ginástica … Trabalharemos sempre em paralelo através de uma progressão de força, dependendo de como nos vemos e, principalmente, com o foco nas fraquezas.

Digamos que faz la parte do treino que “nos fará fortes”

Power Conditioning!

Condicionamento metabólico, empregando elementos vários (dumbbells, pesos russos, bola medicinal…), é o mais parecido aos “WODs” no mundo do Crossfit… mas à minha maneira, nada de 1000 burpees e coisas deste estilo, onde parece que prima mais acabar “por lixar-te”  😛 sem nenhuma outra função, e onde a técnica escasseia…

Isso de acabar “obrigatoriamente” é precisamente o cavalo de batalha na programação de CF (algumas), já que se tende a treinar como se compete, deixando de lado o verdadeiramente importante: “…se sempre treinas como se de uma competição se tratasse, quando treinas, então?…”

Conditioning!

Condicionamento metabólico ou cárdio. Aqui vamos potenciar as capacidades aeróbicas, é possivelmente o calcanhar de Aquiles dentro de uma grande maioria de desportistas que, ou por preguiça ou porque não os motiva em demasia, vão deixando de lado…

Os pontos a serem tratados serão: Limiar de Lactato, VO2MAX e Capacidade Aeróbia (substrato oxidativo). Paga a assinatura do Spotify porque te prometo algumas sessões um pouco longas, e que podem ser monótonas, mas, mesmo assim, têm um certo objetivo; Porém, todos são estímulos para treinar, e não te preocupes, que, em outros treinos, apesar de usares fones, é muito provável que nem te apercebas que está a tocar uma música… 🙄

Graças ao senhor Chris Hinshaw por transmitir os seus conhecimentos e mudar esta perspectiva na metodologia de treino

Alguns conceitos do BPT

Possivelmente, se tens experiência com treino funcional, de alta intensidade ou similar, alguns termos podem soar-te familiares ou então o esquema que eu costumo fazer.

Para isso irei esclarecer previamente os termos ou “palavras” que são da minha invenção para me referir às orientações do próprio treino:

Combo-HiiT!

Ele aparecerá em cada rotina e seria o mais próximo dos circuitos metabólicos , nos quais utilizamos cargas para desenvolver movimentos e entrelaçar várias estações, realizando-os na velocidade máxima que permite manter o padrão correto de movimento (técnica) e que será composta por várias voltas, tendo como indicado um determinado (curto) descanso ou sem ele.

O objetivo desta técnica é gerar uma série gigante composta por vários movimentos para melhorar a nossa performance recorrendo à ação de VO2MAX.

O termo Hiit faz alusão nesta ocasião à existência de dois momentos de intensidade, um ativo, mais precisamente o início da atividade, e outro de descanso ou menor intensidade (recuperação ativa).

Realizar um Combo-Hiit levaria à conclusão de cada ronda “ininterrupta”, ou seja, sem cortar a série, e com um período de recuperação capaz de repor ATP (não completo) para suportar uma nova ronda.

Tabata

Um sistema que já apareceu há algum tempo num artigo.

Movimentos com o próprio Peso Corporal

Aproveito o artigo que escrevi com relação a este conceito e que Crossfit também se costuma utilizar.

Acrónimos

Seguramente vão saír muitos de aqui, tê-los presentes ainda que se voltem a explicar noutro momento.

Novos Exercícios

Têm também cabimento dentro do sistema, aqui.

O que comer se treino BPT?

Um ponto interessante. Como já perceberam, o rendimento tem muita importância neste sistema.

Então come para recuperar

Deves calcular as tuas necessidades calóricas e o teu ajustamento de macros, ambos respondem ao sistema IIFYM. Dá-se a coincidência que para todos os que conheço, incluindo-me a mim, seguimos tanto o treino como a forma de alimentación exposta, e objetivamente não é nada má…;P

BPT é CrossFit?

Alguns podem já estar a perguntar se é ou não. A resposta é bastante clara, não. No Beatman Performance Training há espaço para qualquer tipo de exercício ou treino, desde que todos os estímulos sejam considerados.

No BPT fazem-se curl de bíceps, diz-se e não há problema… 😉

Funcional ou Não Funcional…

Curl de bíceps no CrossFit? onde já se viu? isso não é funcional…? No BPT, olha que estranho, há efetivamente. Pergunta a um empregado de mesa que trabalha muitas horas ao dia e tenha que aguentar transportar a bandeja com uma mão…. o que lhe é mais útil, fazer curl de bíceps unilateral ou peso morto…? Crio que ambos…

Recomendações prévias ao BPT

  • Realizar exercícios auxiliares de mobilidade e assim como de libertação miofascial deve tomar-se como rotina habitual, e complementar ao treino. Por exemplo, utilizando o foam roller entre outros utensílios. Do mesmo modo, recomenda-se consultat periodicamente um especialista na matéria para receber um tratamento profissional.
  • No blog existem muitos artigos informativos sobre os benefícios dos exercícios básicos mencionados , bem como a técnica de como os realizar. Por falar nisso, mencionarei estes ou vídeos para melhor esclarecimento. Podes sempre (deves) perguntar ao monitor ou profissional responsável pela sala.
  • BPT é uma atividade de alta intensidade e com certo grau de complexidade em alguns casos. Portanto, apesar de minhas recomendações ao usar uma determinada carga, a pessoa precisará certificar-se de que domina o exercício e, claro, é capaz de usar o peso
  • A pessoa deve estar em perfeitas condições físicas sem arrastar nenhum tipo de lesão ou doença, que possa causar restrições ou até agravamento no caso de começar a rotina.
Tudo o que existe ou venha a expor em artigos sucessivos é material meramente informativo, onde o autor pretende compartilhar seu ponto de vista sobre a formação e compartilhá-lo com os demais, deixando toda a responsabilidade final a quem inicia o sistema.

Nova nomenclatura

Vê-se na semana 41

ANOTAÇÃOEXEMPLO
Climbing -> XbyX [a-b-c…kg]

*Realizar séries aumentando o peso em cada uma

Climbing -> XbyX [a%-b%][y kg]

*Realizar séries aumentando desde uma percentagem até outra (a-b) em aumentos de e kg

Climbing -> 3by3 [70-80-90kg], seria ir subindo de peso, realizando 3 repetições em cada série, onde a primeira seria com um peso de 70kg, a segunda com 80kg e a última com 90kg – podemos ler: “ir subindo de peso de 3 em 3”

Climbing -> 3by3 [40%-90%][10kg], seria ir subindo de 10 em 10kg desde o nosso 40 até os 90%

XbyX [unbroken], onde X=número de repetições

*Realizar séries mantendo o mesmo número de repetições em cada uma- mas subindo o peso até encontrar o trio de repetições sem falhar.

3by3 [unbroken], seria encontrar um trio de repetições onde não falhamos (o nosso 3RM); se conseguirmos realizar apenas 2 repetições, ficamos com o peso anterior – seria uma “escalada/Climbing” até atingirmos o nosso máximo de X repetições.

BPT Woman

Assim que terminei de atualizar o post e completei as 110 semanas do BPT , decidi continuar o legado . Mas desta vez, e com o feedback recebido, preferi optar por construir um sistema especialmente voltado para as mulheres.: BPT Woman!

Nesse sentido, o trabalho com halteres e kettlebells predomina mais do que com halteres. Pensei nisso de uma forma, para tornar muito mais acessível. Acho que vai ser mais viável fazer cargas com halteres do que com barra (aqui é necessário ter barras olímpicas…).

Não obstante, qualquer homem ajustando os pesos (ou não…), pode treinar perfeitamente este plano de treino.

Treinos Beatman Performance Training

Aqui se compilam as 110 semanas, divididas por blocos:

  • Introdução
  • Progressão de Força
  • Rotinas de Hipertrofia
  • Treino em Ondas
  • Total BPT!

Introdução

  1. Semana 1
  2. Semana 2
  3. Semana 3

Progressão de Força

  1. Semana 4
  2. Semana 5
  3. Semana 6
  4. Semana 7
  5. Semana 8
  6. Semana 9
  7. Semana 10
  8. Semana 11

Rotina Full-Body + Combo-Hiit!

  1. Semana 12
  2. Semana 13
  3. Semana 14

Rotina Tronco-Perna + Combo-Hiit!

  1. Semana 15
  2. Semana 16

Rotina em ONDAS com ganho de Força e Hipertrofia – Regressivas – Descendentes + Combo-Hiit!

  1. Semana 17
  2. Semana 18
  3. Semana 19
  4. Semana 20

Rotina Esquema 555333111 + Combo-Hiit! + WODs

  1. Semana 21
  2. Semana 22
  3. Semana 23:WOD:”Murph”
  4. Semana 24:WOD:”Chelsea”
  5. Semana 25:WOD:”Barbara”
  6. Semana 26:WOD:”Angie”

Rotina Básicos + Auxiliares + Intro-Halterofilia + Combo-Hiit! + WODs

  1. Semana 27:WOD:”Cindy”
  2. Semana 28:WOD:”Lynne”
  3. Semana 29:WOD:”Nicole”

Rotina Total BPT (30-39)

  1. Semana 30:WOD:”Helen”
  2. Semana 31:WOD:”Jackie”
  3. Semana 32:WOD:”Fran”
  4. Semana 33:WOD:”Dt”
  5. Semana 34:WOD:”Mary”
  6. Semana 35:WOD:”Linda”
  7. Semana 36:WOD:”Diane”
  8. Semana 37:WOD:”Grace”
  9. Semana 38:WOD:”Kalsu”
  10. Semana 39:WOD:”CrossFit Total”

Rotina Total BPT (40-49)

  1. Semana 40:WOD:”Bergeron Beep Test”
  2. Semana 41:WOD:”Noah Ohlsen”
  3. Semana 42:WOD:”Mental Toughness
  4. Semana 43:WOD:”Hercules Complex”
  5. Semana 44:WOD:”Isabel”
  6. Semana 45:WOD:”Macho Man”
  7. Semana 46:WOD:”Fran + Isabel + Grace”
  8. Semana 47:WOD:”Andalusí Challenger: wod 5 y wod 6″
  9. Semana 48:
  10. Semana 49:WOD:”Open 15.1″

Rotina Total BPT (50-59)

  1. Semana 50:WOD:”Open 15.2″
  2. Semana 51:WOD:”Open 15.3″
  3. Semana 52:WOD:”Open 15.4″
  4. Semana 53:WOD:”Open 15.5″
  5. Semana 54:WOD:”Open 16.1″
  6. Semana 55:WOD:”Open 16.2″
  7. Semana 56:WOD:”Open 16.3″
  8. Semana 57:WOD:”Open 16.4″
  9. Semana 58:WOD:”Open 16.5″
  10. Semana 59:WOD:”Open 12.1″

Rotina Total BPT (60-69)

  1. Semana 60:WOD:”Open 13.2″
  2. Semana 61:WOD:”Aerobic Capactiy Workout”
  3. Semana 62:WOD:”RT-4KM”
  4. Semana 63:WOD:”10x400mts”
  5. Semana 64:WOD:”5x800mts”
  6. Semana 65:WOD:”Get Fast 5000″
  7. Semana 66:WOD:”3x 1600mts”
  8. Semana 67:WOD:”3200mts in 3″

Rotina Total BPT (70-79)

  1. Semana 70:WOD:”400mts + Sprint”
  2. Semana 71:WOD:”Endurance 10km”
  3. Semana 72:WOD:”600mts + 300mts + 100mts”
  4. Semana 73:WOD:”Outdoor Incremental Stress”
  5. Semana 74:WOD:”Long Intensity Intervals”
  6. Semana 75
  7. Semana 76:WOD:”Max 200mts”
  8. Semana 77:WOD:”Max 500mts”
  9. Semana 78:WOD:”Hop Scotch”

Rotina Total BPT (80-89)

  1. Semana 80:WOD:”IPANEMA”
  2. Semana 81:WOD:”Lactate Threshold”
  3. Semana 82:WOD:”Lactate Threshold-2″
  4. Semana 83:WOD:”Running Each Minute”
  5. Semana 84:WOD:”Test 400mts”
  6. Semana 85:WOD:”7km”
  7. Semana 86:WOD:”5km”
  8. Semana 87:WOD:”3km”
  9. Semana 88
  10. Semana 89

Rotina Total BPT (90-99)

  1. Semana 90:WOD:”Lactate Threshold”
  2. Semana 91
  3. Semana 92
  4. Semana 93
  5. Semana 94
  6. Semana 95
  7. Semana 96
  8. Semana 97
  9. Semana 98
  10. Semana 99

Rotina Total BPT (100-110)

  1. Semana 100
  2. Semana 101
  3. Semana 102
  4. Semana 103
  5. Semana 104
  6. Semana 105
  7. Semana 106
  8. Semana 107
  9. Semana 108
  10. Semana 109
  11. Semana 110

Beatman Performance Training Motivacional

 

Avaliação Beatman Performance Training

Diversão - 100%

Resultados - 100%

Motivacional - 100%

Melhoria Composição Corporal - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Javier Colomer
Javier Colomer
Baixo o lema “Knowledge Makes Stronger” Javier Colomer expõe a mais clara declaração de intenções para expor os seus conhecimentos e experiência dentro do panorama Fitness. O seu sistema de treino BPT avala isso.
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *