Benefícios da Vitamina E

Benefícios da Vitamina E

A vitamina E é considerada a “Vitamina da Juventude” dadas as suas propriedades e benefícios para reduzir os sintomas do deterioro que sofremos conforma avança o tempo. Destacam como antioxidante e por combater a Inmunosupresão que ocorre nas últimas etapas da vida.

O que é Vitamina E?

É um tipo de vitamina lipossolúvel, ou seja, acumula-se no tecido adiposo, para que o organismo recorra a ela conforme precise. Na realidade, a vitamina E engloba a um grupo de 8 tipos de moléculas divididas em dois grupos:

  • Tocoferoles
  • Tocotrienoles

Deles, a forma alfa-Tocoferol é a que considera-se propriamente “Vitamina E”, e tende a se acumular em tecidos hepáticos, em particular onde maior é a regeneração de radicais livres, tais como membranas da mitocondria e do retículo endoplasmático do coração e pulmões.

Além de oferecer protecção frente aos radicais livres, reduzindo o dano oxidativo celular, que pode afectar à integridade dos tecidos que formam nosso corpo, existem outras muitas funções associadas a estas vitamina pelo que também encontra-se implicada em travar os sintomas de envelhecimento, resultando em melhorar substancialmente o aspecto exterior (pele), e claro, a função normal dos órgãos do organismo; a regulação da função imune, a manutenção da integridade das células endoteliais e o equilíbrio da coagulação normal.

Além do seu efeito antioxidante, a vitamina E tem múltiples benefícios para o coração, o sangue, os músculos, os nervos e os tecidos do organismo.

Quais são as propriedades da Vitamina E?

A vitamina E, ao poder-se oxidar dentro do organismo, atua como uma espécie de “guarda-costas” para outras substancias, já que atua como antioxidantes devido a que, ao se destruir, protege da destruição por oxigénio às gorduras poli-insaturadas e outras substancias solúveis em gordura tais como a vitamina a.

Existem muitos benefícios da vitamina E, há que no corpo, esta vitamina exerce numerosas funções tais como assistir na formação de células vermelhas no sangue e ajudar na regulação da síntese de prostanoides, que são compostos importantes nos processos de reprodução; por este motivo considerou-se durante muito tempo a esta vitamina como a vitamina da fertilidade.

Fontes naturais de Vitamina E

Os principais aspetos da Vitamina E

  • A vitamina E se encontra em 8 formas diferentes: quatro tocoferois (α-, β-, γ-, y δ-) e quatro tocotrinois (α-, β-, γ-, y δ-). O alfa tocoferol é a única forma ativa para o organismo, por tanto, encontramos em maiores quantidades no sangue e tecidos.
  • A vitamina E forma parte das membranas celulares e as protege da oxidação
  • Além de ser o antioxidante mais importantes, também protege o organismo dos radicais livres gerados por processos metabólicos ou fatores ambientais
  • A vitamina E melhora a circulação e a fluidez do sangue
  • Devido ao seu efeito antiinflamatório, a vitamina E é essencial para combater as doenças reumáticas
  • Os estudos realizados revelaram que somente o cinquenta por cento da população consome  dose necessária que o organismo precisa de vitamina E
  • Dado que a vitamina E não pode ser gerada pelo organismo, deve ser subministrada a través da alimentação
  • Fortalece o sistema imune, protege os vasos sanguíneos contra os depósitos de gordura nocivos e mantém e repara os músculos, os nervos, a pele, o cabelo e as mucosas
  • A vitamina E está contida principalmente nas plantas e nos óleos vegetais

vitamina E contato

Onde encontramos a Vitamina E?

Entre as fontes mais importantes onde podemos encontrar esta vitamina, encontram-se:

  • Óleo vegetais tais como oliva, girassol ou cartamo
  • Cereais integrais como cevada, gérmen de trigo ou aveia
  • Gema de ovo
  • Frutas como Abacate e Papaia
  • Fígado
  • Legumes, como o amendoim, feijão ou grão-de-bico
  • Frutos secos sobretudo as amêndoas e nozes
  • Sementes como girassol ou chia
  • Legumes de folha verde como espinafre, kale ou acelga
  • Peixes (na maioria os azuis) como o peixe espada, a truta ou o arenque

Benefícios da vitamina E

Ação antioxidantes

É sem dúvida um dois maiores benefícios que contribui esta vitamina em potenciar nossa saúde. Em concreto, seu campo de ação ocorre em neutralizar o efeito dos radicais livres, os quais são moléculas instáveis, devido ao desequilíbrio atómico e que por isso buscam recuperar a partir de outras células colindantes. “Roubam” eletrões, modificando negativamente o comportamento de dita células a qual sustenta estes elementos e que inclusive pudesse concluir com a morte celular. Esta afeção se traduz numa reação em cadeia que se expande por todos os tecidos.

A vitamina E e exerce um forte efeito antioxidante especialmente importante nos pulmões, onde as células estão expostas a altas concentrações de oxigénio que podem danificar-las. Além de proteger as células vermelhas que são as encarregues de transportar o oxigénio a todas as do corpo, também o faz com as células brancas, que são as encarregadas de defender o organismo contra certas doenças, de modo que pode impulsar o sistema imune.

A vitamine E ajuda a ter uma pele e aspecto mais jovem

Aspecto da pele

A vitamina E oferece um papel muito importante para a manutenção do estado da pele. Fortalece o revestimento dos capilares sanguíneos da pele, conseguindo melhorar o suporte de cara a hidratação e fomentar a elasticidade. Outro efeito destacado é reduzir a inflamação a nível celular e ver traduzido num aspecto da pele mais jovem.

A exposição continua aos raios ultravioletas do sol, assim como outros agentes externos, tais como fumos (tabaco, contaminação ambiental), são fatores que provocam um deterioro na pele, sobre tudo com a aparição de manchas e rugas, e incluso outros signos como acne ou eczema. A vitamina E contribui a uma rápida regeneração do tecido da epidermes (a capa mais externa da pele), produzindo uma cicatrização mais eficaz no tecido danificado.

A pele é o reflexo do tempo, desde marcas à causa do nosso aspeto (aumento de peso, gravidez), estrias, rugas, cicatrizes… Todos estes problemas podem ver-se melhorados mediante a vitamina E.

Fortalecimento do cabelo

A fragilidade e a caída do cabelo, são dois aspetos muito importantes ao que devemos prestar bastante importância, dada sua estreita relação com nosso aspeto. Em tal caso, o uso regular de vitamina E, já que se melhora a circulação sanguínea até a zona, estimulando o crescimento do cabelo mais forte e saudável.

O principal mecanismo de ajuda como já vimos, reduzir o efeito dos radicais livres que provocam danos sobre o couro cabeludo, mantendo a saúde dos folículos, já que melhora a circulação sanguínea até esta zona, estimulando o crescimento do cabelo mais forte e saudável.

Outra causa da caída do cabelo se relaciona com a produção excessiva de azeite ou desequilíbrio nos níveis de pH do coro cabeludo, já que se este mantém-se seco, as gandulas sebáceas estaramobrigadas a produzir mais azeite do necessário, obstruindo os folículos pilosos. Isto leva a outros problemas como a coceira e caspa, e finalmente a caída do cabelo.

Regulação Hormonal

A vitamina E também afeta ao sistema endócrino e nervoso, exercendo uma ação moduladora para regular o balance hormonal. Temos que destacar que o desenvolvimento normal dos nervos depende da vitamina E.

Em outros efeitos, a implicação de vitamina E e o balance hormonal pode-se refletir em:

  • Sintomas do síndrome pré-menstrual: redução da dor, ansiedade, desejos de doce…e ajuda na regulação
  • Ganancia de peso, retenção de líquidos
  • Alergias
  • Mudanças de pele
  • Sensação de cansaço
  • Quadros de ansiedade

É fundamental cuidar-se desde dentro para poder ver o reflexo no exterior

Mais benefícios da Vitamina E

Outros benefícios da vitamina E, é sua implicação na produção de energia, a síntese de ácido desoxirribonucleico (DNA) e o ácido ribonucleico (ARN). Devido à sua grande capacidade para atuar como antioxidante, protege as membranas celulares da oxidação e especula-se com seus efeitos favoráveis contra o câncer ou doenças cardíacas.

Como últimas investigaciones, pode que a vitamina E seja um tratamento para travar o mal de Alzheimer.

A vitamina E está recomendada para:

  • Em caso de imunodeficiência
  • Nos transtornos de absorção de gordura
  • Com caráter preventivo, contra as doenças cardiovasculares e diversos tipos de cancro
  • Na gravidez e na lactancia
  • Demência senil
  • Pessoas que fumam
  • Para combater o stress
  • No síndrome pré-menstrual
  • No casos de tromboprofilaxis
  • Para as pessoas que seguem uma dieta
  • Quando se utilizam ao longo prazo certos remédios, como os anticonceptivos ou antiepiléptico

Deficiência de Vitamina E

Os sintomas de deficiência de vitamina E não são muito evidentes, além disso o diagnóstico é complicado devido ao papel do mineral selénio no metabolismo desta vitamina.

Entre os sintomas mais suspeitosos de uma deficiência de vitamine E encontra-se

  • Debilidade muscular,
  • Incremento de la destruição das membranas celulares,
  • Disposição anormal de gordura nos músculo,
  • Rotura das células vermelhas sanguíneas.

Vitamina E e desporto

Toxicidade

Comparada com outras vitaminas lipossolúveis, a vitamina E é relativamente pouco tóxica quando é ingerida por via oral. Devido a sua popularidade como agente profundeza e suas supostas ações favoráveis sobre a potencia sexual, são muitos os que ingerem habitualmente doses muito por cima de CDR e seus efeitos negativos.

Porém, em altas doses e por largos períodos de tempo, pode influir com a atividade da vitamina K, o que poderá trazer problemas com a coagulação do sangue.

Dado que a vitamina E não pode ser produzida pelo organismo, deve ser subministrada a través da alimentação ou dos suplementos dietéticos.

Dose recomendada de Vitamina E

A quantidade diária recomendada CDR, é de 30 unidades internacionais. Mas esta dose é insuficiente para as pessoas ativas e, em especial, para os desportistas.

Os atletas costumam consumir entre 200 e 500 IU e quando se recuperaram de uma lesão, ou treinam em altitudes elevadas, normalmente ingeriram 600 a 1200 IU por que favorecem o transporte de oxigénio no sangue e por tanto, compensa a redução que existe no ar nessa altitude. As pessoas de maior corpulência e peso, admitem melhor uma dose mais elevada de vitamina E.

É importante saber que esta dose diária é o mínimo de vitamina E que pode-se tomar para evitar os sintomas de deficiência aguda, mas isto não é suficiente para ter saúde e vitalidade. Mediante os suplementos dietéticos, não somente podemos satisfazer as necessidades diárias de vitamina E se não que também podemos manter a saúde.

Utilidade da Vitamina E no desporto

Ao igual que em todas as vitaminas, os estudos hemonstraram que uma ingestão desta, contribui à manutenção de uma saúde ótima e, claro, resulta favorável para o rendimento físico. Porém, existem evidencias de que uma dose maior que a que recolhe o CDR nos atletas de fundo ou resistência, assim como os que se vem obrigados a competir em altitudes por cima do nível do mar ajuda a melhorar suas marcas

É de especial interesse para os atletas saber que esta vitamina demonstrou baixar o nível de lactado do sangue e reduz a formação de certos produtos de descarte gerados durante o exercício, e ainda diminui o dano celular causado pela oxidação e mantém saudável o tecido muscular.

Em épocas de recuperação de uma lesão ou de uma operação, assim como em desportos onde exija uma fonte de desgaste muscular, a ingestão de vitamina E por cima pela medida, favorece a recuperação e o trabalho muscular, ao mesmo tempo que reduz as agulhadas e o dano nos músculos.

Como tomar vitamina E.

Opinião dos Especialistas sobre a Vitamina E

A vitamina E inibe o aparecimento do colesterol, pelo que reduz as doenças cardíacas

Um estudo clínico realizado com 40.000 participantes revelaram que o nível de colesterol LDL é inofensivo, sempre que tenha suficiente quantidade de vitamina E para contrarrestar. Os participantes no estudos que tomaram vitamina E regularmente, experimentaram uma redução das doenças cardíacas de 37%.

A deficiência de vitamina E durante a gravidez pode causar asma durante a gravidez

As últimas investigações realizadas constaram que as mulheres que tomam pouca vitamina E durante a gravidez aumentam o risco de que o seu filho sofra num futuro.

Fontes Bibliográficas

Artigos Relacionados

Apreciaçao Benefícios da Vitamina E

Fortalecimento do cabelo - 100%

Melhora o Aspeto da Pele - 100%

Recuperação ,muscular - 100%

Melhora a pressão arterial - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Melanie Ramos
Melanie Ramos
A través do Blog da HSN, Melanie Ramos expõe os conhecimentos e os conteúdos mais actuais, ao alcance dos leitores que procuram aprender.
Confira também
Vitamina d3 y k2
Vitamina D3 e K2: Melhor Juntas que Separadas

Vamos explicar a relação que existe entre a Vitamina D3 e K2 e por que …

2 comentários
  1. O que posso tomar para ter algum desejo sexual?
    Tenho 45 anos , mulher , ainda nao estou na menopausa , mas ha alguns meses que nao sinto apetite sexual .

    Ja tomo zinco e magnesio ha um mes .

    Ajuda ? Ou havera outro suplemento melhor
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *