Biohacking: Como Melhorar a Nossa Qualidade de Vida com Ciência

Biohacking: Como Melhorar a Nossa Qualidade de Vida com Ciência

Biohacking é um termo que procura devolver-nos à essência: estabelecer uns hábitos saudáveis para a manutenção da qualidade de vida.

Biohacking, o que é

O termo “Biohacking” provém da composição de “bio” (cujo significado é vida) e de “hackear” que possui uma conotação mais própria dos sistemas informáticos, e que aqui o podemos associar a algo como “procurar quebrar as regras”.

Portanto, juntando ambos os termos, ficamos com um conceito bastante interessante: um método que nos permita voltar um pouco à forma de vida original e natural, assim como criar consciência para o próprio corpo.

Se dás ao teu corpo o que necessita e para aquilo que está feito, vais ter a recompensa com energia e resistência.

Biohacking, o que é

Apesar de parecee de ficção científica e que possas pensar que consiste em “implantar um chip”, no fundo não é mais do que manter um estilo de vida em harmonia com a natureza.

Os biohackers têm como objetivo conhecer o corpo dos seres humanos o melhor possível e querem ser os responsáveis da sua saúde e bem-estar, sendo a autoeficácia o objetivo: para uma vida longa e saudável, o máximo rendimento e satisfação.

Quando surge o bio hacking

Realmente pode dizer-se que esta procura de otimizar a nossa saúde sucumbiu perante o ritmo da vida atual, o qual nos está cada vez mais a afastar da essência e convertendo a nossa existência em algo mais “sintético” e artificial.

Não obstante, consta que o criador desta filosofia ou rotina de hábitos saudáveis, é Dave Asprey. Tal como é descrito na sua página web, “o pai do biohacking” tem mais de umaa década de investigação:

Tendo fornecido em redor de 2 milhões de doláres do seu próprio bolso em tomar o controlo da sua própria biologia, superando os limites da possibilidade humana, tudo isso em nome da evolução científica e da revolução.

A missão de Dave é dotar a toda a gente de informação e conhecimentos que possam desbloquear o “Super Humano” que há dentro de nós e em qualquer idade.

As provas destes avanços são:

  • Um sono melhor, energia e uma maior capacidade para todos.
  • Ser um melhor companheiro, pai e, em suma, um ser humano em todos os aspetos da nossa vida.

o que se pode “hackear”

É necessário conhecer em maior profundidade o funcionamento do corpo humano e atuar em conformidade, fazendo uso da tecnologia para poder atuar sobre:

  • Nutrição,
  • Exercício Físico, e
  • Descanso.

A priori, parece que se seguem as mesmas recomendações e conselhos para cuidar da nossa saúde.

o que se pode hackear

No entanto, neste caso pretende-se ir um passo mais à frente, otimizar todas as variáveis em prol do rendimento e da produtividade.

Um corpo saudável também necessita uma mente saudável: mediante a atitude e mentalidade adequadas, vamos dar início ao processo de consecução de qualquer objetivo.

O que pode fazer o Biohacking no nosso organismo

Os métodos de biohacking, utilizados de forma regular, podem contribuir para:

  • Aumentar a energia, produtividade e concentração.
  • Melhorar o rendimento: tanto no treino como na vida quotidiana.
  • Maior resistência.
  • Reduzir o stress e favorecer o sono.
  • Aumentar o auto-conhecimento.
  • Alcançar os objetivos pessoais e profissionais.

Como iniciar o biohacking?

Não tens que alterar toda a tua vida de imediato. O melhor é ir experimentando aos poucos diferentes medidas e tentar integrá-las passo a passo na tua vida quotidiana. Descobre o que te convém e o que te faz bem.

Por vezes demora-se um certo tempo em ver ou sentir os resultados.

Como iniciar o biohacking?

Portanto, deves utilizar os truques regularmente durante pelo menos quatro semanas.

A tua dieta influi no teu sono, o teu sono influi no teu rendimento, o teu rendimento influi na tua produtividade e assim sucessivamente: o biohacking é um pensamento holístico.

Como posso hackear o meu corpo?

Vamos ao núcleo da questão. Que exemplos de biohacking existem?

A nutrição saudável é essencial

Quando se trata da saúde e do rendimento, a nutrição desempenha um papel importante, talvez inclusive mais do que realmente acreditamos.

Não obstante, a dieta deve ser ajustada às tuas necessidades e ser individualizada (por exemplo, se tiveres intolerâncias).

No entanto, são as seguintes as recomendações:

  • Alimentos regionais, de época e de alta qualidade.
  • Incluír fases regulares de jejum (praticar o jejum intermitente ) e restrição calórica.
  • Orientado para a saúde intestinal.

Alimentos saudáveis

Os hackers garantem o recebimento de um fornecimento ideal de todos os nutrientes necessários.

A maioria segue uma deta paleo ou pobre em carboidratos ou cetogénica: ao contrário das proteínas e das gorduras ou certos ácidos gordos, os hidratos de carbono não são nutrientes essenciais.

Além disso, os alimentos não processados são suprimidos ao máximo; sendo a presença do “menu” tanto como seja possível, especialmente:

  • Verduras, legumes e frutas frescas.
  • Frutos secos e sementes.
  • Produtos animais provenientes de uma alimentação e método de desenvolvimento pecuário e agrícola sustentável.

O exercício físico é um “must”

O exercício em qualquer das suas formas é uma parte essencial da vida quotidiana do biohacker:

  • Treino de força para fortalecer a massa muscular.
  • Treino cardiovascular para a resistência.
  • Mobilidade e alongamentos para uma maior flexibilidade.

Mas não fica por aqui:

  • Pausas de movimento durante o trabalho: secretárias de pé, estabelecer períodos de trabalho/descanso planificados, micro-rotinas de exercícios entre pausas…
  • Passeios para aumentar o NEAT: qualquer movimento quotidiano como subir as escadas, ir em bicicleta para o trabalho ou um passeio durante a pausa do almoço também vai marcar a diferença.
Os biohackers sabem que o corpo humano necessita evolutivamente muito movimento e que sentar-se na cadeira do escritório, no sofá e no carro durante horas e horas a fio todos os dias vai em contra da sua natureza.

Dormir melhor é obrigatório

Dormir bem é essencial para estar saudável e ser produtivo a longo plazo: a forma em como te comportas durante o dia e durante a noite influi significativamente no teu sono.

Por isso, os biohackers de êxito centram-se principalmente na redução do stress e a sincronizar o ritmo circadiano (o nosso relógio natural de 24 horas).

Dormir bem

Ao longo do dia, muitas funções e parâmetros corporais mudam, como a pressão arterial, a temperatura corporal e a libertação de hormonas.

Por exemplo, quando escurece, o corpo normalmente começa a libertar a hormona do sono, a melatonina. A luz com um elevado conteúdo de luz azul (candeeiro, smartphone, computador portátil) interfere com a produção de melatonina, o que te vai manter acordado.

Do mesmo modo, ativar o nosso cérebro quando estamos a ver séries ou filmes que podem gerar diversão, e ao mesmo tempo induzem a um sono menos reparador e pode fazer com que acordes mais vezes durante a noite.

Portanto, podes por em prática o seguinte:

  • Exercícios de respiração.
  • Exposição solar durante o dia.
  • Óculos com filtro de luz azul.
  • Rotina de flexibilidade antes de dormir.
  • Desconexão digital 2 horas antes de dormir.
  • Uso de suplementos alimentares de melatonina.

Cuida da tua mente

  • Escrever um diário: para anotar os objetivos, os pensamentos e as listas de tarefas ajuda a colocar ordem na tua mente. Também ajuda a seguir os teus progressos e a visualizar os teus objetivos.
  • Socialização: pertencer a uma comunidade ou o contacto físico costumam ser desvalorizados quando se trata da saúde.
  • Meditação: como remédio contra a depressão e a ansiedade.

Bio Hacks para viver melhor

Os adeptos do biohacking gostam de falar de rotinas, especialmente de rotinas matinais e noturnas. E apesar de parecer um “suplício”, depois de te habituares vais fazê-lo automaticamente e sem esforço.

Por isso, recomendo evitar os maus hábitos, e podes começar por estabeler as seguintes ações:

  • Desativa a função “snooze” do despertador: porque pode produzir que voltes a uma fase de sono profundo e te sintas mais cansado.
  • Evita o telemóvel logo ao levantar.
  • Hidrata-te: toma simplesmente um ou dois copos de água ao começar o dia.
  • Faz uma lista de tarefas: escreve num caderno o que tens que fazer durante o dia.
  • Dá um passeio: recebe os primeiros raios de sol (o teu corpo deteta que começa o dia) e respira ar fresco.
  • Banhos de água fria: um “desconforto auto-imposto”: vai por etapas (ao princípio acaba o duche apenas com uns segundos com água fría).
  • Utilizar “timers”: para evitar a mesma postura durante muito tempo (levanta-te do teu sítio e realizar vários agachamentos e flexões).
  • Evita o desporto intenso pela tarde-noite: já que pode manter ativo o teu sistema simpático.
  • Janta cedo: na medida do possível, pelo menos 2-3h antes de dormir. Podes incluir alimentos ricos em hidratos de carbono.

Entradas Relacionadas

Avaliação Biohacking

O que é - 100%

Benefícios - 100%

Como fazer - 100%

Exemplos - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Javier Colomer
Javier Colomer
“Knowledge Makes Stronger", lema de Javier Colomer, expõe a sua mais clara declaração de intenções que expressam os seus conhecimentos e experiência fitness.
Confira também
Microbiota e obesidade
A Microbiota é a chave para vencer a Obesidade?

O estudo da microbiota surpreendeu o setor científico de forma desmedida, até tal ponto que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.