Native Whey ou Whey Nativa – Características e Diferenças com a Whey Normal

Native Whey ou Whey Nativa – Características e Diferenças com a Whey Normal

Hoje-em-dia é muito comum que as pessoas ativas e desportistas se preocupem tanto pela sua forma física como pela sua alimentação em geral. Dentro deste ponto, a qualidade dos alimentos que consumimos é muito relevante.

Falamos da “Native Whey”, a qualidade desta matéria-prima e as diferenças com a Whey normal.

O que é a Native Whey?

A Proteína de Soro Nativa ou “Native Whey” é obtida a partir do leite produzido por vacas que se alimentam em pastos em campo aberto. Uma das chaves reside na qualidade do leite que é utilizado como matéria-prima.

E isto está relacionado, obviamente, com o tipo de vacas e com o ambiente onde são alimentadas, livre de químicos, hormonas, e outros contaminantes.

Pastagens

A Proteína de Soro Nativa produz-se diretamente de leite fresco depois da sua pasteurização e com um tratamento de ultra filtragem a baixa temperatura.

A estrutura da proteína conserva-se na sua forma mais completa, pelo que é rica em frações proteicas “nativas”, isto é, presentes antes do tratamento, como as imunoglobulinas e lactoferrinas.

Queijo

A proteína de soro tradicional (Whey Protein) é obtida a partir do fabrico do queijo, sendo realmente um sub-produto de este.

Leite de Vacas Alimentadas em Pastos

O uso como matéria-prima deste tipo de leite é feito com os 5 pontos de liberdade para o bem-estar dos aminais de gado:

  •  Livres de fome e sede.
  •  Livres de desconforto.
  •  Livres de dor, lesões ou doenças.
  •  Livres para expressar um comportamento normal.
  •  Livres de medo e de stress.

Leche cruda

Como se obtém a Proteína de Soro Nativa?

Pasteurização

Tal como já referimos, para a obtenção deste tipo de proteína, a matéria-prima, neste caso leite fresco de vacas alimentadas em pastos, deve ser em primeiro lugar pasteurizado, com o objetivo de eliminar bactérias. Isto aplica-se a qualquer proteína.

Filtragem

Enquanto as proteínas de soro de leite tradicionais se obtêm a partir da elaboração do queijo, no caso deste tipo de proteínas, estas extraem-se diretamente do leite utilizando um processo de ultra-filtragem a baixa temperatura (<10º C).

A filtragem a temperaturas frias permite preservar o carácter nativo da proteína (definida como não desnaturada)

Com este método elimina-se a caseína e os elementos não desejados (a gordura e a lactose) para deixar como resultado a proteína de soro de leite de um elevado nível de pureza.

Pulverização

Extrai-se a humidade do concentrado de soro líquido para conseguir a textura desejada, e aqui é quando também se estabelece o conteúdo exato de proteína da matéria-prima.

Para que serve a Native Whey?

A finalidade da Native Whey é basicamente a mesma que a da Proteína de Soro.

No entanto, é uma interessante eleição para aquelas pessoas que procuram um produto mais natural ou com certas implicações éticas.

Entre as suas principais características figuram:

  • Contribui para a manutenção da massa muscular: com especial atenção a dietas hipocalóricas (que procuram melhorar a composição corporal) ou para pessoas de idade avançada, para ajudar a limitar a perda de musculatura conforme avança a idade (sarcopenia).
  • Excelente fonte de proteínas para todos aqueles que procura uma fonte que contribua para o aumento da massa muscular (sabe mais), sob as diretrizes de um programa nutricional e desportivo focado neste objetivo.

Proteina

Em certas ocasiões, é possível não consumir a quantidade suficiente de proteínas e garantir a presença dos aminoácidos essenciais (nove aminoácidos que o corpo não pode produzir de forma natural).

Recorrer a estes suplementos de proteínas como preparado alimentar que complemente a dieta e unido a um plano de exercício intenso pode levar a uma alteração favorável da estética, e assim a manter hábitos saudáveis (consulta aqui).

Quais são os Benefícios da Native Whey ou Proteína de Soro Nativa?

Entre os benefícios que se podem observar, graças ao processamento único na Native Whey, encontram-se:

  • Ingredientes Puros: Derivados do leite cru sem hormonas e alimentada com pasto. Além disso, garante-se um tratamento humano aos animais e boas práticas agrícolas.
  • Apenas se pasteuriza uma vez: Evitando tratamentos térmicos secundários que podem desnaturar os péptidos, além de que se realiza num processo contínuo, sem necessidade de uma pasteurização secundária.
  • Devido à ultra-filtragem eliminam-se outros compostos (caseína, lactose, bactérias…) que, em ocasiões, provocam sintomas tais como inchaço estomacal, flatulências, má absorção…
  • Maior teor de cisteína.
  • O processo utilizado para fazer proteína de soro de leite nativo tende a produzir aproximadamente 20 por cento mais dos aminoácidos leucina e lisina, aminoácidos essenciais.
  • Possui um sabor mais limpo, já que não deriva da produção de queijo.
  • Elevada Biodisponibilidade: o aminograma da Native Whey está mais perto da composição de aminoácidos do leite humano em comparação com o soro derivado do queijo.
A Proteína de Soro Nativa encontra-se livre de Proteína de soja, GMO (Organismos Modificados Geneticamente), químicos, gorduras vegetais, caseína, açúcar; além de ser muito pobre em gordura e carbohidratos (lactose).

Native Whey não Procede da Elaboração do Queijo

Pese embora o facto de continuar a ser o standard da indústria, está a surgir uma nova tecnologia que permite uma extração mais “delicada” de proteínas de soro (Whey Protein) diretamente do leite.

Queijo 1

Tradicionalmente, o soro foi um sub-produto do fabrico do queijo.

Esta próxima geração de proteína de soro é mais cara do que as fontes predecessoras mas possui certas propriedades que a fazem altamente atrativa, não apenas para os atletas e desportistas mas também para o público em geral, o qual está cada vez mais consciencializado para a importância de manter uns hábitos alimentares saudáveis.

Entre estas características incluem-se a desnaturação mais baixa (manter estruturas naturais ou “nativas” das proteínas), ou níveis mais altos de aminoácidos nutricionalmente indispensáveis.

Diferenças entre Native Whey e Proteína de Soro Convencional

Infografia Native VS Whey

Alimentação das Vacas

A Native Whey procede de vacas alimentadas de pastos em condições de estabulação intermitentes.

A proveniência do leite com o qual se fabrica whey protein costuma ser de vacas alojadas em estábulos.

Vaca

Uma das principais diferenças entre ambos os tipos de proteínas reside na matéria-prima.

Não significa isto que o leite com o que se obtém a Whey Protein provenha de leite de má qualidade. Em todo o caso, deve atender-se à observação das especificações do fabricante de proteína de soro e à informação que oferece ao respeito.

Processamento

Basicamente, estamos a falar de processar cada produto de uma forma distinta. A Whey Protein é um sub-produto obtido a partir do fabrico do queijo.

De tal forma que os processos aos que se submeterá a matéria-prima vão ser muito diferentes.

Por um lado, a pasteurização é um processo necessário para eliminar bactérias e micro-organismos não desejados:

  • Native Whey: o leite pasteuriza-se dado que aqui já se continua com o tratamento.
  • Soro Convencional: é pasteurizado até duas ocasiões.
Neste passo, minimiza-se o processamento para preservar as frações chave do leite na proteína de soro nativa.

Processado

Como se pode observar, a matéria-prima do soro convencional submete-se a dois tratamentos com calor, algo que afeta negativamente o seu sabor, miscibilidade e as suas estruturas nativas.

Filtragem

As proteínas de soro comercializadas como “soro nativo” foram produzidas usando uma técnica de filtragem específica que separa a caseína micelar e as frações de soro diretamente do leite.

Tipicamente, as proteínas de soro são um derivado da produção de queijo e extraem-se utilizando dois passos de pasteurização a alta temperatura.

Não obstante, é possível encontrar fabricantes de Whey Protein que optam por métodos a baixa temperatura, como a HSN.

No entanto, no caso da Native Whey, permite-se a extração de proteína de soro de leite nativa diretamente do leite mediante ultra-filtragem a baixa temperatura, mantendo mais frações bioativas.

Filtração

Um nome mais preciso para a proteína de soro recolhida com este método é “permeado de micro-filtragem”

No processo de ultra micro-filtragem utilizam-se uma série de membranas que apenas deixam passar um certo tipo de moléculas (tamanho). De tal forma, é possível eliminar a lactose e a gordura, enquanto as frações imunoestimulantes permanecem intactas.

Produto Final

O processo utilizado para fazer isolado de proteína de soro de leite nativa tende a produzir aproximadamente mais 20% de aminoácidos leucina e lisina, mais 25% de arginina e 8% de glutamina por cada 100 gramas de soro final em pó.

Como é conhecido, o aminoácido leucina pertence ao trio dos BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada).

Materia prima

Os níveis de glutino mantêm-se, tanto na proteína de soro nativa como na convencional.

O resultado (Native Whey) é um produto que procura manter uma estrutura molecular o mais parecida à da matéria-prima (o soro do leite sem tratar), fornecendo um aminograma superior.

Não obstante, como certos estudos corroboram, as diferenças nutricionais entre o consumo de uma ou outra não são muito significativas.

Conhece mais sobre outro produto Whey: Isolate de soro lácteo Tens mais informação sobre as Whey Protein, os seus benefícios e processamentos no seguinte post. Clica neste link.

Desnaturação das Proteínas

Native Whey é caracterizada como uma proteína de maior valor e pureza porque mantém intacta a maioria da sua estrutura primária, isto é, é uma Proteína Não Desnaturada.

Vamos ver o que significa isto. Até certo ponto, toda a proteína do soro sofre um processo de desnaturação…

O que é uma Proteína Não Desnaturada?

Realmente, a pergunta devia ser: existem as proteínas não desnaturadas?.

Adiantamos que a resposta é não sempre que nos estivermos a referir à proteína de soro, não ao leite obtido diretamente da vaca…

Desnaturar uma proteína é um processo mediante o qual se altera a estructura primária, secundária ou terciária da proteína, do seu estado natural, gerando uma série de alterações que variam a sua funcionalidade.

Por exemplo, em fórmula para lactantes, pode obter-se um produto hipoalergénico…

Quando falamos do soro presente no leite, por outro lado, também podemos entender a presença de outros elementos, como vitaminas, minerais ou frações proteicas.

Estas últimas representam componentes importantes (acede para conhecer mais).

Assim, se alteramos as estruturas moleculares, também provocamos uma alteração de ditas frações. Entre estas destacam-se a Beta-Lactoglobulina e a Alfa-Lactalbumina.

Todas as Proteínas de Soro são Desnaturadas

Os processos de homogeneização, pasteurização ou eliminação de gordura do leite afetam significativamente a composição e a estrutura das proteínas derivadas desse leite.

Proteina 1

A proteína de soro não desnaturada não está tecnicamente sem desnaturar

Todo o soro de leite ou Whey Protein foi desnaturado até certo ponto, e já não está no seu estado “raw ou nativo” no momento em que sai da instalação de processamento de produtos lácteos.

A Proteína de Soro Nativa é melhor do que a Convencional?

A proteína de soro oferece uma série de virtudes, tanto para desportistas e atletas (visita este post para saber mais), como para a população em geral, ajudando a manter uma dieta rica em proteínas, com os benefícios associados à contribuição e manutenção, e ao ganho de massa muscular e à manutenção normal dos ossos.

Whey

A proteína de soro ou Whey, é uma fonte proteica e, portanto, devemos considerá-la como um alimento que podemos incluir na nossa dieta de maneira totalmente normal

Tal e como na imensa maioria de estudos (por não dizer que em praticamente todos) realizados para observar, determinar e esclarecer os potenciais benefícios da proteína de soro, foi utilizado o soro convencional pelo que, nativa ou não, é o número 1 de suplementos de proteínas.

Conclusões

Sintetizámos as diferenças entre Native Whey e Proteína de Soro

Sem entrar em avaliações da procedência orgânica da matéria-prima e o conteúdo final de aminoácidos, não vejo motivos para tirar méritos à Whey Protein por causa do “novo standard”, uma vez que ambas me parecem duas boas fontes de proteínas e que vão fornecer todos os elementos necessários para potenciar, contribuir e complementar uma dieta.

Conhece em que se diferencia com a Concentrada, acede aqui.

Onde Comprar Native Whey?

Na HSN pode adquirir-se Evonative da SportSeries e Native Whey Concentrate de RawSeries.

Fontes

  1. Microfiltration in cheese and whey processing

Amplia a informação sobre o tema:

  • Aqui para conhecer mais a fundo a Isolate Whey.
  • Whey Concentrate, podes ver mais.
  • Hidrolisado de Proteína de Soro, ler mais.
  • Não uses apenas a proteína em batidos, não deixes de saber mais os seus usos na cozinha.
  • Mais info sobre como comparar a proteína de soro para comprar a mais apropriada.
  • Conhece mais para comprar com cabeça a tua proteína de soro.
Avaliação Native Whey

Ingredientes puros - 100%

Propriedades antioxidantes - 100%

Quantidade de leucina - 100%

Sabor - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Javier Colomer
Javier Colomer
Baixo o lema “Knowledge Makes Stronger” Javier Colomer expõe a mais clara declaração de intenções para expor os seus conhecimentos e experiência dentro do panorama Fitness. O seu sistema de treino BPT avala isso.
Confira também
Melhor proteína pequeno almoço
A melhor proteína para o pequeno-almoço

Vamos analizar qual pode ser a melhor proteína para o pequeno-almoço. Vamos deixar de lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *