Benefícios do Ubiquinol

Benefícios do Ubiquinol

Cada vez são mais pessoas que tomam consciência de cuidar-se. Ter um ”susto” com a saúde, como descobrir o colesterol alto, ajuda nesta necessidade. Em ocasiões, dita necessidade surge devido a um “susto” relacionado com a saúde, como por exemplo, descobrir níveis inadequados de colesterol. Em tais casos, a opção é subministrar remédios (estadinas) cujos danos colaterais podem derrubar ao mesmo tempo o nível de saúde do organismo. Um dos elementos que maior sofrem os efeitos neste caso é a Coenzima Q10 presente nas células do organismo, e com um rol essencial na função de produção energética celular.

O que é a Coenzima Q10 e como funciona?

A Coenzima Q10, ou CoQ10, se trata de uma molécula catalogada como “pseudo-vitamina” que se encontra na mitocôndria. Este nutriente ocupa um papel destacado, ou quase vital, no processo de produção de energia. Em concreto, transfere electrões até uma serie de reacções para culminar na síntese da molécula adenosín trisfato (ATP).

O processo de permuta electrónica conduz a uma reacção de oxidação pela qual a Coenzima Q10 é reduzida, ou seja, a sua estrutura química transforma-se numa nova molécula, o ubiquinol. Este processo energético permanece constante ao longo da vida, atingindo milhares de vezes por segundo dentro da organela celular.

Basicamente, a CoQ10 e na sua forma reduzida, o ubiquinol, permitem obter energia a partir dos nutrientes, sendo uma fonte constante para os músculos, e especialmente para o coração.

É significativo no momento em que há um deficit de CoQ10, resultando em baixa produção de ATP. Os sintomas são clarividentes na pessoa: baixa energia e fadiga contínua, que na maioria dos casos, poderiam ser remediados aumentando a disponibilidade de coenzima.

Suplementos de Coenzima Q10

Neste mercado de suplementos nutricionais existem dois tipos de CoQ10: Ubiquinoa e Ubiquinol, sendo este último a forma que maior biodisponibilidade oferece. Se estima que o 96& do total da coenzima Q10 que se tenha em pessoas saudáveis encontra-se em a partir de ubiquinol, reflectindo assim a grande importância desta forma reduzida, como um potente antioxidante.

O que é o Ubiquinol?

O Ubiquinol é a forma reduzida da coenzima Q-10. O termo ubiquinol deriva de ubíquo ou ubiquidade, cujo significado poderia expressar-se como: “está presente em todos os lados”. Ubiquinol é uma molécula lipossolúvel. Se armazena no fígado e tecido adiposo, provendo de energia a todas as moléculas. Está relacionada com o metabolismno celular, e actua como catalizador de inúmeros fisiológicos.

O nome não foi escolhido ao azar e é dado a que uma das características da coenzima Q-10 é  a sua presença em cada uma das células que integram o nosso organismo. De maneira natural, o corpo humano sintetiza e metaboliza esta enzima, mas devido a vários fatores e um deles a idade, fazem com que este ritmo de síntese seja reduzido drasticamente.

ubiquinol idade

Por que tomar Ubiquinol em lugar de Q-10?

A administração de ubiquinol corresponde a termos de maior biodisponibilidade que a Q-10, e assim como o uso que o corpo vai dar a esta enzima se vamos avançando no tempo, já que em medida de que nos fazemos mais velhos, a capacidade para converter a coenzuma Q-10 ao Ubiquinol se veja diminuída.

Existe uma certa percentagem da população que possa não possuir que permita a conversão eficiente de CoQ10 em ubiquinol, e apesar de tomar suplementos de Q10, não é possível tramitar o processo. Por tanto, pode-se ver melhorada a obtenção desta molécula essencial a partir de certa idade.

Para obter os benefícios da coenzima Q-10, o nosso organismo deve primeiro converter-la na forma absorvível e utilizável. Para isso, a partir da forma oxidada ubiquinona, obteremos a forma reduzida, isto é, a forma ativa, Ubiquinol.

Benefícios do Ubiquinol

Resumindo, a coenzima Q-10 na sua forma Ubiquinol pode aportar, entre outros benefícios, os seguintes:

    • Anti-aging
    • Potenciar o sistema imunológico
    • Apoio ao sistema nervoso
    • Saúde cardiovascular
    • Produção de Energia

      O principal benefício que o Ubiquinol fornece é contribuir para a função mitocondrial na produção de energia a nível celular. Poderíamos dizer que graças ao Ubiquinol, se potencia ou otimiza a tarefa deste órgão da estrutura celular, sendo por que lhe são atribuídas as propriedades anti-aging.

      ubiquinol-corazon

      O Ubiquinol poderia ser um factor a introduzir se o nosso objetivo é melhorar a qualidade e quantidade de tempo da nossa vida.

      Antioxidantes

      Outra labor muito relevante é a proteção celular. Este composto lipossolúvel é tratado como o mais potente no que se refere a proteção antioxidante e é produzida pelo próprio corpo. As reações ocorrem constantemente dentro do nosso organismo, no qual são gerados resíduos metabólicos. Estes processos levam à produção de radicais livres, moléculas que atingiram um estado eléctrico em desequilíbrio, e forçam a obtenção de elétrons para equilibrá-lo, a partir de outras moléculas de tecido adjacentes.

      O que é posto em movimento é uma reacção em cadeia que afeta as células que compõem os tecidos (vasos sanguíneos, nervos, órgãos…) causando sérios problemas, como mau funcionamento celular ou mesmo a chamada morte celular.

      Este stress oxidativo  multiplicado por milhares e milhares de células, tem o efeito de acelerar os sintomas do envelhecimento, reduzindo as defesas e afetando nosso comportamento em termos de humor. Apesar deste cenário, os processos oxidativos são necessários para a vida, e nosso corpo tem os mecanismos para regular e combater os radicais livres, precisamente do ubiquinol, entre outros.

      Saúde do Coração

      O ubiquinol é um suporte fantástico para manter o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Os problemas derivados do coração, bem como os mais graves, incluindo o ataque cardíaco, são uma das principais causas de mortalidade entre a população, e especialmente o que mantém hábitos insalubres. A má nutrição, o excesso de peso, os estilos de vida sedentários, … não são os métodos mais adequados para garantir a saúde e, neste sentido, a prevenção seria particularmente importante.

      Diferente que os factores congénitos, reduzir o consumo de gorduras

      e limitar as calorias para reduzir o excesso de peso, praticar alguma actividade desportiva frequentemente por semana, ou fazer check-ups médicos, contribuem para essa prevenção. Certos micronutrientes também são fundamentais para ajudar a reduzir as doenças cardíacas. Ubiquinol pode fortalecer a fração de ejeção do coração, uma medida do funcionamento deste músculo, e avalia a quantidade de sangue expelido em cada batida.

      Os níveis de ubiquinol em pessoas com insuficiência cardíaca congestiva têm sido vistos como inferiores aos adequados.

      Foram relatados níveis mais baixos de ubiquinol em pessoas com níveis elevados de colesterol no sangue.

      Antes das cirurgias

      As operações cirúrgicas, como a cirurgia de revascularização do miocárdio e o transplante cardíaco, são procedimentos necessários e altamente críticos para salvar vidas. Os radicais livres podem afetar o coração após tais intervenções. Nestes casos, uma das opções mais interessantes são os antioxidantes, uma vez que têm sido associados a resultados positivos após a cirurgia, reduzindo os danos dos radicais livres, melhorando a função cardíaca e minimizando as hipóteses de um ritmo cardíaco irregular (arritmia).

      Tem-se observado que a partir do uso de ubiquinol, o nível e concentração de triglicéridos no sangue e colesterol LDL é reduzido, e contribui para reduzir a pressão arterial, e ver melhor fluxo sanguíneo e circulação.

      Tratamento para a fertilidade

      A forma activa mais biodisponível da CoQ10 tem a capacidade de melhorar a produção e a mobilidade do esperma e de apoiar a manutenção e a protecção do ADN. Pode intervir no sistema reprodutivo feminino e investigar causas de infertilidade nas quais o estresse oxidativo está relacionado, tais como: síndrome dos ovários policísticos, insuficiência ovariana precoce, irregularidades no ciclo menstrual, abortos recorrentes, especialmente em mulheres que ultrapassaram a barreira dos 30 anos.

      Benefícios de tomar Ubiquinol em pessoas idosas

      A passagem do tempo se soma ao declínio de certos indicadores de nossa saúde. A função metabólica enfraquece à medida que ultrapassamos um limiar de idade, aumentando certas patologias. Estas incluem a capacidade de converter CoQ10 em ubiquinol.

      Há outras razões, além da idade, que produzem essas deficiências, tais como:

      • Stress oxidativo
      • Insuficiente ingestão de coenzima Q10 a través da alimentação
      • Doença
      • Condição genética
      • Deficiência de factores requeridos para a biosíntese na conversão de ubiquinol

O resultado de um dos mais dos anteriores factores conduzem a uma pobre conversão desta enzima, e por tanto uma pior produção de energia celular, assim como menos proteção ante a ação de radicais livres.

pessoas idosas
Se sentir jovem em qualquer etapa da vida

Tratamento para a doença do Parkinson

Esta doença horrível está relacionada, entre outros fatores, ao declínio cognitivo. Pesquisas recentes podem estar demonstrando o uso de ubiquinol como tratamento para esta doença. Neste estudo, 58 pacientes com diferentes estados da doença foram tomados e divididos em dois grupos. O primeiro tinha 26 pessoas, em uma fase da doença chamada “desgaste”, onde os medicamentos administrados deixaram de ser eficazes (Levodopa) e os sintomas da doença aumentaram. Catorze pacientes deste grupo receberam uma dose de 300mg de ubiquinol por 48 semanas, enquanto os demais receberam placebo. Em ambos os casos, durante o estudo, mantiveram as doses de drogas.

O outro grupo, também formado por 26 pessoas, mas nos estágios iniciais da doença, não recebeu nenhum tipo de medicamento, e como antes, 14 deles receberam 300mg de Ubiquinol por um total de 96 semanas, e 12 receberam placebo.

Todos os grupos foram avaliados antes e depois do estudo utilizando a Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson (UPDRS), um índice que avalia e mede a gama de sintomas que afetam os pacientes de Parkinson: o primeiro teste mede os parâmetros de comportamento cognitivo, comportamento e humor; enquanto o segundo teste mede movimento e controle físico em tarefas diárias como falar, comer, dormir, caminhar…; a terceira parte mede comportamento motor físico; e a quarta e quinta parte avalia e avalia a gravidade dos sintomas para classificar o estágio ou fase da doença.

Resultados dos estudos

  • O primeiro grupo dado CoQ10 na forma de ubiquinol, e mantendo as drogas, pontuou melhor no UPDRS.
  • Não tomou CoQ10 e sim drogas, piorou a pontuação
  • Os pacientes que tomaram CoQ10 e nenhum medicamento tiveram pior pontuação que os do grupo anterior, assim como aqueles que não tomaram CoQ10 nem remédios
  • Em ambos os grupos que começaram nos estágios iniciais da doença, os sintomas pioraram, no entanto, no grupo que tomou ubiquinol, o declínio foi muito mais lento

Ubiquinol para reduzir sarcopedia

A sarcopenia é uma degeneração progressiva e generalizada que afeta tanto a perda de massa muscular quanto a força, relacionada à idade avançada. Em um estudo recente, foi encontrado a partir de um tipo de exercício (força de preensão) para medir a força muscular que pessoas com baixos níveis de ubiquinol tiveram piores resultados, como mostrado no gráfico.

reduzir sarcopedia

Aumentar a qualidade de vida

A forma reduzida de CoQ10, ubiquinol tem um papel relevante na biossíntese de ATP através da ativação mitocondrial, além de exercer uma função antioxidante. Até a obtenção comercial da molécula estável de ubiquinol (algo relativamente recente) não foi possível compará-la com a forma tradicional de coenzima e avaliar a melhoria. Um destes resultados é a evolução positiva das pessoas idosas através da suplementação com ubiquinol, reflectida num maior vigor, vitalidade e energia para várias actividades. Aspectos altamente comprometidos em proporcionar uma melhor qualidade de vida.

Devido ao envelhecimento da população, é cada vez mais importante aumentar a qualidade de vida. No sentido de uma maior auto-suficiência, capacidade física e mental.

aumentar a vitalidade

Se trata de se manter activo em qualquer idade

Ubiquinol para o rendimento desportivo

Um dos problemas causados pelo desporto, especialmente se for realizado acima de um determinado limiar de intensidade, como poderíamos enquadrar tudo o que se relaciona com o campo da competição, é que ele leva ao aumento da produção de radicais livres, aumentando o stresse oxidativo. É sabido que o desporto, na sua faceta comum e bem planeada, é uma ferramenta para reduzir patologias e riscos para a saúde, como a hipertensão, a diabetes, a síndrome metabólica, ou mesmo aumentar a esperança de vida…

No entanto, o desporto levado a extremos, como a rota competitiva, e que requer treino e preparação consequentes, pode levar ao desgaste e/ou depleção no corpo de certos elementos essenciais, bem como a um desequilíbrio de mineral  e outros nutrientes.

ciclismo

Entre os desportistas e/ou atletas, a coenzima Q-10 é um dos elementos que podem se ver diminuídos os seus depósitos no nosso organismo

Tal como acima referido, a CoQ10 e, por conseguinte, a forma reduzida, o ubiquinol, são elementos-chave na produção de energia. Tanto que são especialmente importantes para os órgãos envolvidos no setor energético, com uma alta função e atividade metabólica e, consequentemente, maiores exigências, como o coração e o esqueleto muscular. Em estudos anteriores, tem havido alguma controvérsia sobre a eficácia da CoQ10, com resultados mistos.

As novas pesquisas, com uma forma mais moderna e biodisponível, o ubiquinol, estão mostrando outro tipo de resultados mais satisfatórios. Fornecendo uma dose correta antes que o exercício físico possa ser alcançado:

  • Reduzir o stress oxidativo
  • Incremento no plasma do NO (óxido nítrico), melhorando a função endotelial
  • Apoio energético
  • Recuperação após a atividade desportiva

conclusões ubiquinol

Sintomas do défice de Q-10

Os sintomas mais associados com deficiências de coenzima Q10 se encontram:

  • Debilidade geral
  • Fadiga
  • Convulsões

Embora se expresse a coenzima Q-10 em vez do Ubiquinol, os efeitos são os mesmos se atendemos a uma possível carência destes compostos. Poderíamos considerar que as causas dos níveis deficitários podem ser atribuídas a vários factores, como por exemplo:

  • Dieta carente
  • Excesso de stress
  • Doença
  • Défice em cofatores (vitaminas B2, B3, B5, B6, e B12 junto à vitamina c

Efeitos das estatinas sobre a Coenzima Q10

Mas um dos fatores que pode destacar é na consequência da toma de certos medicamentos e fármacos, tais como os que tratam o colesterol, que recebem o nome de estatinas.

Ao tomar este tipo de substâncias o efeito que procede é o de reduzir os níveis de coenzima Q-10, já que o corpo utilizará a mesma via para reduzir os níveis de triglicéridos em contraposição da geração de Q-10, sendo bloqueada a produção de mevalonato, encarregue propriamente da produção da coenzima e biosíntese do colesterol.

Outros medicamentos que interagem negativamente com a Q-10:
  • Beta bloqueantes, para controlar a pressão arterial
  • Antidepressivos tricíclicos
  • Tolazamida, para a redução da concentração de açúcar no sangue

dem deve tomar

Quem pode tomar Ubiquinol?

Se recomenda que aquelas pessoas que por certas afecções possam se manter baixo níveis da coenzima Q10, e que por tanto, a conversão em ubiquinol seja muito escassa, optem por incluir este elemento na sua dieta. Entre o quadro clínico de patologías se observam:

  • Insuficiência cardíaca congestiva
  • Alta pressão arterial
  • Doença periodontal
  • Parkinson
  • Distrofia muscular
  • Fadiga crónica
Se recomenda que se a nossa idade supera os 40 anos, optemos pela administração de ubiquinol em lugar de coenzima Q10

Kaneka® Ubiquinol

Kaneka é uma empresa dedicada ao fornecimento da forma reduzida e ativa da Coenzima Q10, ubiquinol. Para o processo de produção foi utilizada uma técnica de fermentação por levedura. É uma molécula idêntica à que se encontra naturalmente no nosso organismo.

Quais são as propriedades de Kaneka Q10?

  • Sem impurezas.
  • Se encontra livre de GMO (Organismos Modificados Geneticamente). Indica que a matéria prima não foi elaborada a partir de um processo de laboratório, se obtendo elementos transgénicos.
  • Possui certificado Kosher, o qual acredita uma série de normas conforme os padrões e a legislação vigente em matéria de produtos alimentares, garantindo a sua qualidade e pureza.
  • Alta biodisponibilidade
  • Totalmente seguro

Como tomar Ubiquinol?

Como visto no ponto anterior, se a pessoa estiver a ser tratada com compostos de estatina, recomenda-se a inclusão da coenzima Q-10 ou da sua forma activa ubiquinol, onde as doses podem variar entre 100-300 mg, e assim repor os níveis correctos.

Se a pessoa não estiver tomandoremédois, a administração da coenzima pode ser avaliada de acordo com seu estado ou doença, onde a ingestão mais recomendada seria de 100 a 200mg, tomando a proporção de 2mg/kg por dia.

como tomar uboquinol

Kaneka® é a única empresa mundial em subministrar a forma de ubiquinol mais pura

Onde comprar Ubiquinol?

Podemos comprar ubiquinol na HSN

Fontes Bibliográficas

Artigos Relacionados

Apreciação Ubiquinol

Redução dos efeitos das estadinas - 100%

Melhora a circulação sanguínea - 100%

Redução da pressão arterial - 100%

Combate a oxidação - 100%

Elevar os níveis de Ubiquinol no organismo - 100%

Anti-envelhecimento - 100%

melhora a qualidade de vida na terceira idade - 100%

100%

HSN Evaluação: 5 /5
Content Protection by DMCA.com
Sobre Javier Colomer
Javier Colomer
Baixo o lema “Knowledge Makes Stronger” Javier Colomer expõe a mais clara declaração de intenções para expor os seus conhecimentos e experiência dentro do panorama Fitness. O seu sistema de treino BPT avala isso.
Confira também
licopeno
O licopeno e sua importância como antioxidante

O licopeno é uma forma de caroteno, com qualidades antioxidantes, que encontra-se nos alimentos, principalmente …

2 comentários
  1. Gostei deste artigo. Gostaria de experimentar, mas como sofro de arritmia com pausas, e pressão alta tenho de tomar anticoagulantes. Segundo li em diversas publicações quem toma anticoagulantes não pode usar a Coenzima Q10 (ou Ubiquinol). Claro que o meu médico cardiologista não “acredita” em medicina alternativa e sugeriu que fizesse ABLAÇÃO.
    Gostaria de ouvir a vossa opinião.
    Com os melhores cumprimentos
    João Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *